Papo de Buteco

Papo de Buteco #3: qual é a melhor distribuição Linux?

Hello folks.

Cedrik Rocha trazendo mais um Papo de Buteco pra vocês! Mas antes do papo queremos anunciar uma novidade: a partir da próxima semana teremos um Google Hangout para deixar a discussão mais interativa e interessante! Todos os botequeiros de plantão estão convidados para participar e colocar as suas ideias ao vivo com os demais ubunteiros.

Aproveite e circule o blog Ubuntu-BR-SC no Google Plus

Antes de continuarmos, que tal dar uma conferida nos últimos papos e suas respectivas sessões de comentários?

Qual a melhor distribuição Linux?

Acredito que já sabemos a resposta oficial para esse buteco, mas a discussão continua válida. Normalmente esse assunto é bem discutido entre a  comunidade, então qual seria a melhor distribuição Linux?

Creio que colocar todas as qualidades e defeitos das distribuições não ajudará muito na escolha da melhor. O bom de ser usuário Linux é que podemos escolher exatamente o que precisamos, e isso reflete na qualidade do nosso sistema.

O usuário é que faz o sistema

Comentário realizado por um dos nossos ubunteiros de plantão em outro buteco, essa é a realidade nesse caso. Cada distribuição tem seu potencial elevado pelos seus usuários e vai crescendo dentro de sua própria realidade. Isso é o que faz o cenário open source tão estimado.

Pessoalmente, adoro o Slackware e se não me engano, esta é a mais antiga distribuição GNU/Linux que ainda vive. Ele é simples e objetivo, algo que me atrai muito em um sistema operacional.

- Mas e o Ubuntu?, você pergunta.

Esse é meu xodó. Estiloso, prático e rápido, o Ubuntu aos poucos esta me roubando e dominando meu tempo, e isso não é algo que aconteceu apenas comigo.

Em números o Ubuntu é a distribuição Linux que mais cresce no gosto dos usuários, além de ser a mais usada. Suas tentativas de modernizar o mundo Linux e deixar ele pronto para qualquer tipo de usuário, estão gerando uma nova realidade para o cenário open source. Como bem diz seu slogan, o Ubuntu é o Linux para seres humanos.

E pra vocês leitores, qual a melhor distribuição Linux? Como vocês escolheram a distribuição que usam e porque? Quais foram os motivos que os fizeram desistir de outras distribuições ou mesmo de outros sistemas operacionais? OUbuntu-BR-SC é nosso buteco e a sessão de comentários é onde nosso papo vai rolar (:

Assine nossa newsletter!

Quer receber as novidades mais recentes do Ubuntu na sua caixa de entrada? Informe seu e-mail e clique em Assinar.

  • Assine o feed RSS
  • Siga o Ubuntu-BR-SC no Twitter
  • Curta o Ubuntu-BR-SC no Facebook
  • Ubuntu-BR-SC no Google+
  • Canal do Ubuntu-BR-SC no YouTube


  • http://www.facebook.com/pacman.conf Nome Silverio

    Arch Linux e o resto vocês sabem.

  • http://www.facebook.com/pacman.conf Nome Silverio

    Arch Linux e o resto vocês sabem.

  • http://www.facebook.com/kuabara.william Kuabara William

    Eu só conheço ubuntu e o mandriva. Sendo que o segundo eu nem animei de mecher, parece uma versão tosca do windows.

    • Cléber Borges

      Assim como o Mint 13 parece uma versão open source do Windows XP

      • Jeferson Oliveira

        Nossa win xp doeu

  • http://www.facebook.com/kuabara.william Kuabara William

    Eu só conheço ubuntu e o mandriva. Sendo que o segundo eu nem animei de mecher, parece uma versão tosca do windows.

    • Cléber Borges

      Assim como o Mint 13 parece uma versão open source do Windows XP

      • Jeferson Oliveira

        Nossa win xp doeu

  • William Crisostomo

    Eu sou usuário do OpenSuse e estou muito contende com a distribuição, até instalo
    o mesmo em muitas maquinas. Particularmente usei o Ubuntu por muito tempo, mas sempre tem alguma coisa que não funciona como deveria, geralmente seus usuários tentam esconder isto.

    Então ao meu ver, o Opensuse é a melhor distro.

    • http://www.facebook.com/eduardohernacki Eduardo Hernacki

      Já tente usar o Suse, mas não me entendi com o Gnome Shell… O Yast++ é fodástico…

  • Jeferson Huan

    Eu penso que não existe uma “distribuição melhor”, todas são boas, mas isso depende do perfil do usuario. Eu uso o Ubuntu faz um ano, atende todas minhas necessidades, e só sai do “janelas” por que odeio a M$.

  • William Crisostomo

    Eu sou usuário do OpenSuse e estou muito contende com a distribuição, até instalo
    o mesmo em muitas maquinas. Particularmente usei o Ubuntu por muito tempo, mas sempre tem alguma coisa que não funciona como deveria, geralmente seus usuários tentam esconder isto.

    Então ao meu ver, o Opensuse é a melhor distro.

    • http://www.facebook.com/eduardohernacki Eduardo Hernacki

      Já tente usar o Suse, mas não me entendi com o Gnome Shell… O Yast++ é fodástico…

  • Jeferson Huan

    Eu penso que não existe uma “distribuição melhor”, todas são boas, mas isso depende do perfil do usuario. Eu uso o Ubuntu faz um ano, atende todas minhas necessidades, e só sai do “janelas” por que odeio a M$.

  • http://www.facebook.com/people/Anderson-Dos-Santos/100001105823750 Anderson Dos Santos

    Eu curto o Debian, pois é mais “povão” e estavel… Alem disso o lance dos pacotes dele sempre me quebra o galho… Consequentemente eu acabo gamado em seus filhos.

    Atualmente uso apenas o Ubuntu e esta me servindo bem…

    • 4yokota

      Não entendi o sentido de “povão” no seu comentário. Seria no sentido de comunidade mais ativa/participativa do desenvolvimento do sistema?

      • http://www.facebook.com/people/Anderson-Dos-Santos/100001105823750 Anderson Dos Santos

        Isso ai, enquanto a maioria das outras distribuições são criadas para o meio ciêntifico ou corporativo, o debian e seus derivados tem uma comunidade que é mais “especializada” em criar uma distribuições para uso domêstico. Povão = Massa, foi o que quis dizer :3

        For humans xD

  • Anderson Dos Santos

    Eu curto o Debian, pois é mais “povão” e estavel… Alem disso o lance dos pacotes dele sempre me quebra o galho… Consequentemente eu acabo gamado em seus filhos.

    Atualmente uso apenas o Ubuntu e esta me servindo bem…

    • 4yokota

      Não entendi o sentido de “povão” no seu comentário. Seria no sentido de comunidade mais ativa/participativa do desenvolvimento do sistema?

      • Anderson Dos Santos

        Isso ai, enquanto a maioria das outras distribuições são criadas para o meio ciêntifico ou corporativo, o debian e seus derivados tem uma comunidade que é mais “especializada” em criar uma distribuições para uso domêstico. Povão = Massa, foi o que quis dizer :3

        For humans xD

  • Alexsandro preis dubinski

    Como eu gosto de ter tudo pronto e que o sistema faça as coisas sozinho, eu uso Ubuntu, inclusive como sistema full no meu MacBook, também já usei OpenSuse, Slax, Sacix, Tucunaré, Conectiva linux 4.0 (comprei uma caixinha só pra ver como era), debian, SliTaz e outras distros menores, mas a que me arrebatou foi o Ubuntu

  • Alexsandro preis dubinski

    Como eu gosto de ter tudo pronto e que o sistema faça as coisas sozinho, eu uso Ubuntu, inclusive como sistema full no meu MacBook, também já usei OpenSuse, Slax, Sacix, Tucunaré, Conectiva linux 4.0 (comprei uma caixinha só pra ver como era), debian, SliTaz e outras distros menores, mas a que me arrebatou foi o Ubuntu

  • 4yokota

    Gosto de toda essa praticidade que a Canonical está trazendo e o estilo do Ubuntu é realmente lindo. Mas se houvesse uma outra distro tão prática quanto e mais limpa (com menos pré-instalações) eu cogitaria trocar. Já usei o Debian, Mint, Fedora e Jolicloud mas acabei voltando pro Ubuntu que também foi a primeira que testei – através do Wubi, diga-se de passagem – por ser mais simples e depender menos de comandos que eu não conheço. Sei que não é tão difícil encontrar informações através da comunidade sobre como proceder diante de problemas, mas nem sempre tenho tempo sobrando pra aprender um pouquinho mais sobre como funciona o sistema. Gosto da proposta do Arch, mas a instalação não é nada intuitiva. Enfim, a que continuo usando como sistema principal é o Ubuntu mesmo, por ser bem desenhado.

  • 4yokota

    Gosto de toda essa praticidade que a Canonical está trazendo e o estilo do Ubuntu é realmente lindo. Mas se houvesse uma outra distro tão prática quanto e mais limpa (com menos pré-instalações) eu cogitaria trocar. Já usei o Debian, Mint, Fedora e Jolicloud mas acabei voltando pro Ubuntu que também foi a primeira que testei – através do Wubi, diga-se de passagem – por ser mais simples e depender menos de comandos que eu não conheço. Sei que não é tão difícil encontrar informações através da comunidade sobre como proceder diante de problemas, mas nem sempre tenho tempo sobrando pra aprender um pouquinho mais sobre como funciona o sistema. Gosto da proposta do Arch, mas a instalação não é nada intuitiva. Enfim, a que continuo usando como sistema principal é o Ubuntu mesmo, por ser bem desenhado.

  • willian firmino

    Na minha opinião o Ubuntu é muito bom, legal, mas peca em uma coisa, usar GTK, se fosse baseado no KDE para mim seria perfeito. Os aplicativos desenvolvidos em QT para o KDE são muito superiores.

  • willian firmino

    Na minha opinião o Ubuntu é muito bom, legal, mas peca em uma coisa, usar GTK, se fosse baseado no KDE para mim seria perfeito. Os aplicativos desenvolvidos em QT para o KDE são muito superiores.

  • Milena :3

    Na realidade acabei optando pelo Ubuntu exatamente por ele ser voltado para o usuário final. Tenho conhecimento básico e pra mim um sistema que precise de mais conhecimento para uma boa configuração ainda é algo inalcançável, então prefiro um Ubuntu bem configurado e que eu o conheça de cabo a rabo do que um mais leve e complexo que eu não consiga explorar todo o seu potencial. Fora essa coisa de o Ubuntu estar sempre procurando boa aparência (apesar de achar que isso diminui um pouco a praticidade no final das contas) e simpatizar um tanto com o KDE, ele me dá boas respostas e é o que mais tem suporte para usuário, ainda mais numa linguagem simplista.

  • Milena :3

    Na realidade acabei optando pelo Ubuntu exatamente por ele ser voltado para o usuário final. Tenho conhecimento básico e pra mim um sistema que precise de mais conhecimento para uma boa configuração ainda é algo inalcançável, então prefiro um Ubuntu bem configurado e que eu o conheça de cabo a rabo do que um mais leve e complexo que eu não consiga explorar todo o seu potencial. Fora essa coisa de o Ubuntu estar sempre procurando boa aparência (apesar de achar que isso diminui um pouco a praticidade no final das contas) e simpatizar um tanto com o KDE, ele me dá boas respostas e é o que mais tem suporte para usuário, ainda mais numa linguagem simplista.

  • sansimon

    A melhor Distro é aquela que você domina.

    saudações.

  • sansimon

    A melhor Distro é aquela que você domina.

    saudações.

  • http://www.facebook.com/renan.rochamendes Renan Rocha Mendes

    Ubuntu, a unity me fez mudar definitivamente para o lado laranja da força. Maior número de usuário é igual a maior compatibilidade. openSUSE também é muito boa.

  • http://www.facebook.com/renan.rochamendes Renan Rocha Mendes

    Ubuntu, a unity me fez mudar definitivamente para o lado laranja da força. Maior número de usuário é igual a maior compatibilidade. openSUSE também é muito boa.

  • Igor

    A primeira distribuição que tive foi o Kurumin, mas para aprender tinha que comprar uns livros e apostilas na internet e não tinha dinheiro. =/ Logo em seguida conheci o Ubuntu, fácil, intuitivo, com muito conteúdo na internet, bonito, com grande suporte.Me apaixonei e estou com ele até hoje. ainda não tive oportunidade de testar outras distribuições, mas futuramente vou testar, só pelo conhecimento. =D

  • Igor

    A primeira distribuição que tive foi o Kurumin, mas para aprender tinha que comprar uns livros e apostilas na internet e não tinha dinheiro. =/ Logo em seguida conheci o Ubuntu, fácil, intuitivo, com muito conteúdo na internet, bonito, com grande suporte.Me apaixonei e estou com ele até hoje. ainda não tive oportunidade de testar outras distribuições, mas futuramente vou testar, só pelo conhecimento. =D

  • http://www.facebook.com/people/Lucas-Oliveira/100001645277739 Lucas Oliveira

    Assim, nosso blog(olhe já a intimidade) é voltado muito ao Ubuntu, quase todos que acessam diariamente usam essa distribuição, mesmo que junto a outras ou até o ruim do Windows. Então muitos falaram do Ubuntu, eu acho essa distro não a melhor e sim a mais envolvente , muito a falar sobre ela, muito usuário e blogs . Já usei umas 10 distros, como o Satux que por muitos é a pior, hoje fico feliz do Satux ter melhorado bastante na versão 3.0, torço muitos pelas distros brasileiras como Big Linux, Satux e demais…

  • http://www.facebook.com/people/Lucas-Oliveira/100001645277739 Lucas Oliveira

    Assim, nosso blog(olhe já a intimidade) é voltado muito ao Ubuntu, quase todos que acessam diariamente usam essa distribuição, mesmo que junto a outras ou até o ruim do Windows. Então muitos falaram do Ubuntu, eu acho essa distro não a melhor e sim a mais envolvente , muito a falar sobre ela, muito usuário e blogs . Já usei umas 10 distros, como o Satux que por muitos é a pior, hoje fico feliz do Satux ter melhorado bastante na versão 3.0, torço muitos pelas distros brasileiras como Big Linux, Satux e demais…

  • Nito

    Ubuntu!!! e para usuário domestico da nem pra comparar os números mostram a superioridade.

  • Nito

    Ubuntu!!! e para usuário domestico da nem pra comparar os números mostram a superioridade.

  • http://twitter.com/jccorrea Julio Cesar Correa

    Conheci o Ubuntu na versão 6. alguma coisa.Ainda tenho um cd que ganhei de um colega de classe da faculdade.Acredito que a distro Ubuntu é uma das mais interessantes.Já usei Fedora também.Usei o Mint por um tempo e voltei para o Ubuntu. Por quê?Acho que quando surge distros que simplesmente trocam de nome e usam tudo da antiga ditribuição,tira o foco e esforços da distro original.Assim,nunca haverá uma distro mais completa com mais usuaros colaborando.Não digo sobre customização,é ope source,cada um que customize como quiser.Mas falo de uma comunidade maior em cada distro.Acredito que o momento atual para a comunidade Linux(simples opinião minha) era diminuir a quantidade de distros para aumentar a participação de pessoas em cada projeto.Se concentrar em ter mais programas completos .Por exemplo,uma coisa dia-a-dia que eu passei foi poder visualizar o nivel de tinta da minha impressora.Passei meses testando e pesquisando e não consegui algo que funcionasse.Open source necesita de contribuição.A maioria dos desenvolvedores tem seu trabalho e seus negócios e ainda assim conseguem contribuir para a distro.Existe ainda este problemas com os fabricantes de produtos de sofware e hardware que na certa ficam perdidos nas distros.

    • Cléber Borges

      O seu comentário é o único que toca efetivamente na questão relevante dessa discussão. Quantidade não é qualidade. Efeitos de Compiz não significa qualidade. Qualidade é: suporte, coerência e eficiência. Nesse sentido, algumas distros como Ubuntu, Fedora, Debian e Mint atendem bem. Porém, o que adianta ser belo e eficiente se o sistema operacional não dispõe de aplicativos de ALTA qualidade para ele gerenciar? Afinal, o sistema só existe para gerenciar programas e aplicativos. Nesse sentido, no meu gosto pessoal, que já usei Mint, Fedora, Xubuntu e Lubuntu, o Ubuntu 12.04 é a que mais gosto. Por que é estável, bonita, moderna e bem integrada. O que falta? Softwares open source com qualidade similar aos proprietários. Minha sugestão: PAREM de inventar a roda com distros “maquiadas”. O que precisamos como usuários é de programas bons. As distros que já existem – a mais populares – já dão conta do recado. Meu apelo aos desenvolvedores: criem programas eficientes, bonitos esteticamente e fáceis de usar. Se forem integrados com a cloud computing, melhor ainda. Ainda hoje uso o Ubuntu 12.04 em dualboot porque, por exemplo, o LibreOffice não tem ferramentas adequadas para a Revisão do Office 2010. Para quem recebe material escrito em Word com tais revisões do orientador, não vai conseguir tirá-los usando o LibreOffice. É uma pena, mas a realidade é cruel com o open source que sofre, infelizmente, um grande boicote de marcas proprietárias. Acho que o Papo de Buteco deveria lançar uma chamada para falar sobre desenvolvimento de softwares para Linux. É isso que mais afasta usuários. Para quem usa produtos Adobe ou Apple sabe muito bem do que estou falando.

      • Leopoldo

        Concordo…. …o problema é que existem “muitas” distribuições diferentes (Nem seriam distribuições, e sim variações)…. então acontece de “cada um ir para seu cando” … se a comunidade se unisse em algumas das distribuições mais usadas atualmente e se empenhasse nelas….creio que a coisa ia andar melhor….as distribuições iriam ter um grau de compatiblidade com hardware bem maior e um número de softwares relativamente bem mais alto que atualmente tem…afinal, iria ter , talvez, o triplo de suporte que hoje tem….
        Parei de usar o ubuntu quando a distribuição veio com aquele Unity, não gostei ….não vou relatar pros e contras do unity…apenas digo que não gostei…mas o Ubuntu em si é bom…usei por uns 6 anos…hoje estou no opensuse…e nada a reclamar….
        Quanto a questão de máquinas antigas….. todos os SOs tem problemas com isso…..experimento instalar o windows 7 num pc de uns 7 anos pra ver…..

        • Cléber Borges

          Bem, tenho preferência preponderante pelo Unity. Para mim é a interface certa para a computação em nuvem. Basta ver as novas lentes de Facebook, Flick.r, Google Notícias, Torrent The pirate Bay, etc. Hoje, depois dessas lentes adicionadas ao meu Unity, nem abro mais o Gwibber. Ainda posso filtrar a ocorrências: mensagens, vídeos, imagens, etc. Só não é melhor porque a definição da imagem ainda não é tão boa, mas o é suficiente para eu não abrir mais o Gwibber. Aliás, poderiam desenvolver algo mais inteligente que esse gerenciador de redes sociais para Linux. Ele não é bom. O problema do Universo Linux é esse: falta de programas de excelência. Fico aqui penando que a cada dia sai uma distro nova por aí. Minha pergunta: para quê, se boa parte dos programas ainda estão comendo poeira? Pois é, minha gente, sistema operacional é só o meio pelo qual queremos, na verdade, usar os programas. Se os programas não são bons ou se eles inexistem, para que um SO parrudo? Para gerenciar o quê? Claro que estou exagerando um pouco, mas é só para chamar a atenção que a discussão não diz respeito qual é ou não o melhor SO. cada escolhe a que quiser. A questão central do Linux é: quando teremos games, aplicativos modernos, bonitos e funcionais rodando? Sem eles, qualquer SO perde grande parte de sua função. Cedrik, sugiro que o próximo Papo de Buteco seja a respeito de “Desenvolvimento de programas e aplicativos para Linux/Ubuntu”, daí você escolhe o título, esse foi só como exemplo. PRECISAMOS DE SOFTWARES BOOOONSSSSSS!!!!

  • http://www.facebook.com/lnathansf Nathan Dos Santos

    Minha primeira e única distribuição foi o Ubuntu, mas já testei o Debian e o Fedora por curiosidade. No entanto, foi o Ubuntu que me ofereceu tudo o que preciso. Ferramentas, aplicativos, suporte, blogs focados nele, atualizações constantes, ótima performance, segurança, etc. Só não gostei do Unity, mas não critico quem o usa. Para mim, o nível de personalização dele não é o suficiente, por isso, uso o Gnome 3, que por sua vez, é mais interativo e personalizável. Me lembro que no início, quando eu ainda usava o Windows e estava buscando uma distribuição Linux para usar, eu colava expressão “linux” no Google e o que me retornava, entre outras, eram páginas relacionadas ao Ubuntu.

  • http://twitter.com/jccorrea Julio Cesar Correa

    Conheci o Ubuntu na versão 6. alguma coisa.Ainda tenho um cd que ganhei de um colega de classe da faculdade.Acredito que a distro Ubuntu é uma das mais interessantes.Já usei Fedora também.Usei o Mint por um tempo e voltei para o Ubuntu. Por quê?Acho que quando surge distros que simplesmente trocam de nome e usam tudo da antiga ditribuição,tira o foco e esforços da distro original.Assim,nunca haverá uma distro mais completa com mais usuaros colaborando.Não digo sobre customização,é ope source,cada um que customize como quiser.Mas falo de uma comunidade maior em cada distro.Acredito que o momento atual para a comunidade Linux(simples opinião minha) era diminuir a quantidade de distros para aumentar a participação de pessoas em cada projeto.Se concentrar em ter mais programas completos .Por exemplo,uma coisa dia-a-dia que eu passei foi poder visualizar o nivel de tinta da minha impressora.Passei meses testando e pesquisando e não consegui algo que funcionasse.Open source necesita de contribuição.A maioria dos desenvolvedores tem seu trabalho e seus negócios e ainda assim conseguem contribuir para a distro.Existe ainda este problemas com os fabricantes de produtos de sofware e hardware que na certa ficam perdidos nas distros.

    • Cléber Borges

      O seu comentário é o único que toca efetivamente na questão relevante dessa discussão. Quantidade não é qualidade. Efeitos de Compiz não significa qualidade. Qualidade é: suporte, coerência e eficiência. Nesse sentido, algumas distros como Ubuntu, Fedora, Debian e Mint atendem bem. Porém, o que adianta ser belo e eficiente se o sistema operacional não dispõe de aplicativos de ALTA qualidade para ele gerenciar? Afinal, o sistema só existe para gerenciar programas e aplicativos. Nesse sentido, no meu gosto pessoal, que já usei Mint, Fedora, Xubuntu e Lubuntu, o Ubuntu 12.04 é a que mais gosto. Por que é estável, bonita, moderna e bem integrada. O que falta? Softwares open source com qualidade similar aos proprietários. Minha sugestão: PAREM de inventar a roda com distros “maquiadas”. O que precisamos como usuários é de programas bons. As distros que já existem – a mais populares – já dão conta do recado. Meu apelo aos desenvolvedores: criem programas eficientes, bonitos esteticamente e fáceis de usar. Se forem integrados com a cloud computing, melhor ainda. Ainda hoje uso o Ubuntu 12.04 em dualboot porque, por exemplo, o LibreOffice não tem ferramentas adequadas para a Revisão do Office 2010. Para quem recebe material escrito em Word com tais revisões do orientador, não vai conseguir tirá-los usando o LibreOffice. É uma pena, mas a realidade é cruel com o open source que sofre, infelizmente, um grande boicote de marcas proprietárias. Acho que o Papo de Buteco deveria lançar uma chamada para falar sobre desenvolvimento de softwares para Linux. É isso que mais afasta usuários. Para quem usa produtos Adobe ou Apple sabe muito bem do que estou falando.

      • Leopoldo

        Concordo…. …o problema é que existem “muitas” distribuições diferentes (Nem seriam distribuições, e sim variações)…. então acontece de “cada um ir para seu cando” … se a comunidade se unisse em algumas das distribuições mais usadas atualmente e se empenhasse nelas….creio que a coisa ia andar melhor….as distribuições iriam ter um grau de compatiblidade com hardware bem maior e um número de softwares relativamente bem mais alto que atualmente tem…afinal, iria ter , talvez, o triplo de suporte que hoje tem….
        Parei de usar o ubuntu quando a distribuição veio com aquele Unity, não gostei ….não vou relatar pros e contras do unity…apenas digo que não gostei…mas o Ubuntu em si é bom…usei por uns 6 anos…hoje estou no opensuse…e nada a reclamar….
        Quanto a questão de máquinas antigas….. todos os SOs tem problemas com isso…..experimento instalar o windows 7 num pc de uns 7 anos pra ver…..

        • Cléber Borges

          Bem, tenho preferência preponderante pelo Unity. Para mim é a interface certa para a computação em nuvem. Basta ver as novas lentes de Facebook, Flick.r, Google Notícias, Torrent The pirate Bay, etc. Hoje, depois dessas lentes adicionadas ao meu Unity, nem abro mais o Gwibber. Ainda posso filtrar a ocorrências: mensagens, vídeos, imagens, etc. Só não é melhor porque a definição da imagem ainda não é tão boa, mas o é suficiente para eu não abrir mais o Gwibber. Aliás, poderiam desenvolver algo mais inteligente que esse gerenciador de redes sociais para Linux. Ele não é bom. O problema do Universo Linux é esse: falta de programas de excelência. Fico aqui penando que a cada dia sai uma distro nova por aí. Minha pergunta: para quê, se boa parte dos programas ainda estão comendo poeira? Pois é, minha gente, sistema operacional é só o meio pelo qual queremos, na verdade, usar os programas. Se os programas não são bons ou se eles inexistem, para que um SO parrudo? Para gerenciar o quê? Claro que estou exagerando um pouco, mas é só para chamar a atenção que a discussão não diz respeito qual é ou não o melhor SO. cada escolhe a que quiser. A questão central do Linux é: quando teremos games, aplicativos modernos, bonitos e funcionais rodando? Sem eles, qualquer SO perde grande parte de sua função. Cedrik, sugiro que o próximo Papo de Buteco seja a respeito de “Desenvolvimento de programas e aplicativos para Linux/Ubuntu”, daí você escolhe o título, esse foi só como exemplo. PRECISAMOS DE SOFTWARES BOOOONSSSSSS!!!!

  • http://www.facebook.com/lnathansf Nathan Dos Santos

    Minha primeira e única distribuição foi o Ubuntu, mas já testei o Debian e o Fedora por curiosidade. No entanto, foi o Ubuntu que me ofereceu tudo o que preciso. Ferramentas, aplicativos, suporte, blogs focados nele, atualizações constantes, ótima performance, segurança, etc. Só não gostei do Unity, mas não critico quem o usa. Para mim, o nível de personalização dele não é o suficiente, por isso, uso o Gnome 3, que por sua vez, é mais interativo e personalizável. Me lembro que no início, quando eu ainda usava o Windows e estava buscando uma distribuição Linux para usar, eu colava expressão “linux” no Google e o que me retornava, entre outras, eram páginas relacionadas ao Ubuntu.

  • http://twitter.com/jccorrea Julio Cesar Correa

    Um exemplo,se a partir de hoje aparecesse a distro “bruntu-sc” existiria um foco nesta distro e menos esforços no Ubuntu.Aí amanhã alguém criasse a Mint “Bruntu-sc” levaria alguns desenvolvedores dedicads no “bruntu-sc” .Entenderam ? A comunidade open source em geral tem obtido muito sucesso mas acredito que pode ter mais. Acredito que tem que se criar coisas novas.Outro exemplo, DHH e cia criaram o Rails .Hoje o ruby cresceu muito por causa do Rails. Nota 10 para este projeto!Agora se varios desenvolvedores começam a simplesmente pegar carona e trocar para Jails,Kails e etc para o mesmo framework começa a se enfraquecer.Fica como dissidente de igreja evangélica.Cria a mesma coisa com nome diferente.Isso eu acho bobagem.Poderíamos pensar : e se só tivesse 3 distros ? Exemplo Fedora, Ubuntu e Arch Linux . Como seria ?

  • http://twitter.com/jccorrea Julio Cesar Correa

    Um exemplo,se a partir de hoje aparecesse a distro “bruntu-sc” existiria um foco nesta distro e menos esforços no Ubuntu.Aí amanhã alguém criasse a Mint “Bruntu-sc” levaria alguns desenvolvedores dedicads no “bruntu-sc” .Entenderam ? A comunidade open source em geral tem obtido muito sucesso mas acredito que pode ter mais. Acredito que tem que se criar coisas novas.Outro exemplo, DHH e cia criaram o Rails .Hoje o ruby cresceu muito por causa do Rails. Nota 10 para este projeto!Agora se varios desenvolvedores começam a simplesmente pegar carona e trocar para Jails,Kails e etc para o mesmo framework começa a se enfraquecer.Fica como dissidente de igreja evangélica.Cria a mesma coisa com nome diferente.Isso eu acho bobagem.Poderíamos pensar : e se só tivesse 3 distros ? Exemplo Fedora, Ubuntu e Arch Linux . Como seria ?

  • asghan

    A melhor distribuição é difícil falar, pq todas tem seus pontos de equilíbrio. Ao meu ver depende do usuário e sua necessidade, hj em dia a maioria das grandes distribuições estão bem adaptáveis aos usuários, não digo em questão de personalização, mas sim de funcionamento, quando comecei com Linux, lembro q foi o Slackware, e para acessar o conteúdo do cdrom por exemplo precisa montar a unidade: mount /mnt/cdrom . . . Atualmente uso o Ubuntu, tentei já usar o openSUSE mas a comunidade é pequena no Brasil, Mandriva comunidade prestativa mas existe o vai não vai da Mandriva empresa, Ubuntu – fácil usar, comunidade grande e muito ativa.

  • asghan

    A melhor distribuição é difícil falar, pq todas tem seus pontos de equilíbrio. Ao meu ver depende do usuário e sua necessidade, hj em dia a maioria das grandes distribuições estão bem adaptáveis aos usuários, não digo em questão de personalização, mas sim de funcionamento, quando comecei com Linux, lembro q foi o Slackware, e para acessar o conteúdo do cdrom por exemplo precisa montar a unidade: mount /mnt/cdrom . . . Atualmente uso o Ubuntu, tentei já usar o openSUSE mas a comunidade é pequena no Brasil, Mandriva comunidade prestativa mas existe o vai não vai da Mandriva empresa, Ubuntu – fácil usar, comunidade grande e muito ativa.

  • http://www.facebook.com/people/Iranilson-Vale/100001355583163 Iranilson Vale

    olá amigos bom como disse o cedrik rocha sou um dos fã do Slackware só que pensei em me aventura em outras distro usei o Ubuntu por três anos o arch. atualmento estou no Fedora mas achor que vou volta para o meu amado Slack se não vou para o Ubuntu de novo ou ate pra o Arch por poder instalar o Unity por isso que sair do Slack por tanto tempo pra mim o Slack é o melhor não estou aqui para criticar os outros só para dar minha opnião

  • http://www.facebook.com/people/Iranilson-Vale/100001355583163 Iranilson Vale

    olá amigos bom como disse o cedrik rocha sou um dos fã do Slackware só que pensei em me aventura em outras distro usei o Ubuntu por três anos o arch. atualmento estou no Fedora mas achor que vou volta para o meu amado Slack se não vou para o Ubuntu de novo ou ate pra o Arch por poder instalar o Unity por isso que sair do Slack por tanto tempo pra mim o Slack é o melhor não estou aqui para criticar os outros só para dar minha opnião

  • http://twitter.com/rafaeldxm dxm

    bom, tenho que confessar que na prática aprendi que não tem como especificar qual o melhor, cada um é melhor para cada situação. Um dia você pega maquina velha para ser servidor de uma micro-empresa, no outro você pega uma maquina poderosa. Aprendi que limitar-se a uma distribuição é como se manter em um ponto cego. O certo é analizar cada situação como única e ver o que cabe melhor. Hoje uso Archlinux para alguns trabalhos, outros uso CentOS e outros uso Ubuntu. Sobre a Microsoft, mesmo que muitos odeiem, não podem negar e dizer que não foi berço de aprendizagem sobre informática. É raro hoje ter alguém que começou diretamente no Linux.

  • http://twitter.com/rafaeldxm dxm

    bom, tenho que confessar que na prática aprendi que não tem como especificar qual o melhor, cada um é melhor para cada situação. Um dia você pega maquina velha para ser servidor de uma micro-empresa, no outro você pega uma maquina poderosa. Aprendi que limitar-se a uma distribuição é como se manter em um ponto cego. O certo é analizar cada situação como única e ver o que cabe melhor. Hoje uso Archlinux para alguns trabalhos, outros uso CentOS e outros uso Ubuntu. Sobre a Microsoft, mesmo que muitos odeiem, não podem negar e dizer que não foi berço de aprendizagem sobre informática. É raro hoje ter alguém que começou diretamente no Linux.

  • http://twitter.com/OswaldoASF Oswaldo Sá Ferreira

    A melhor distro é aquela que melhor se enquadra na necessidade do cliente, usuário, projeto etc.

    • Jsiilva

      Pra min a discussão se encerra depois dessa resposta!

  • http://twitter.com/OswaldoASF Oswaldo Sá Ferreira

    A melhor distro é aquela que melhor se enquadra na necessidade do cliente, usuário, projeto etc.

    • Jsiilva

      Pra min a discussão se encerra depois dessa resposta!

    • Guest

      Pra mim hoje, a melhor é o Linux Mint. Leve e produtivo. Usa o ubuntu com base, porém, sem bugs.

  • http://www.facebook.com/andre.baptista André Wilver Monteiro Baptista

    Já utlizei em dual-boot o Ubuntu para conhecer e tal. A menos de 2 meses resolvi instalar o Ubuntu sem o Windows com dual, e estou me dando bem com ele. Já testei o Fedora (gostei bastante), o Mint (não curti muito, achei o tema Cinnamon muito pesado)…Mas o meu primeiro contato com Linux foi com o Kurumin. Tenho curiosidade de conhecer o Slack e openSuse.

  • http://www.facebook.com/andre.baptista André Wilver Monteiro Baptista

    Já utlizei em dual-boot o Ubuntu para conhecer e tal. A menos de 2 meses resolvi instalar o Ubuntu sem o Windows com dual, e estou me dando bem com ele. Já testei o Fedora (gostei bastante), o Mint (não curti muito, achei o tema Cinnamon muito pesado)…Mas o meu primeiro contato com Linux foi com o Kurumin. Tenho curiosidade de conhecer o Slack e openSuse.

  • http://twitter.com/JeffersonFern53 Jefferson Fernandes

    Já usei durante muito tempo o Windows, nessa época eu ainda não conhecia a maravilha do Universo Linux ou do mundo Ubuntu, hoje em dia só de pensar em voltar para o Windows me dá arrepios o!O

  • http://twitter.com/JeffersonFern53 Jefferson Fernandes

    Já usei durante muito tempo o Windows, nessa época eu ainda não conhecia a maravilha do Universo Linux ou do mundo Ubuntu, hoje em dia só de pensar em voltar para o Windows me dá arrepios o!O

  • Atílio

    O Ubuntu foi o minha primeira distro linux, e sempre supriu minhas necessidades “básicas”, ainda não consigo utilizar só o Ubuntu.
    Utilizo o Ubuntu com windows em bual, só ṕara utilizar o office e jogar. Eu acredito que o MSOffice ainda é o melhor e infelizmente não temos jogos bons desenvolvidos para linux, acredito que seja pelo fato de o linux possuir muitas distros, isso faz com que a comunidade linux não seja vista como um todo, mais sim vários grupinhos que acabam sendo “pesados” separadamente, fazendo com que o mercado não veja a magnitude que é a Comunidade Linux.

  • Atílio

    O Ubuntu foi o minha primeira distro linux, e sempre supriu minhas necessidades “básicas”, ainda não consigo utilizar só o Ubuntu.
    Utilizo o Ubuntu com windows em bual, só ṕara utilizar o office e jogar. Eu acredito que o MSOffice ainda é o melhor e infelizmente não temos jogos bons desenvolvidos para linux, acredito que seja pelo fato de o linux possuir muitas distros, isso faz com que a comunidade linux não seja vista como um todo, mais sim vários grupinhos que acabam sendo “pesados” separadamente, fazendo com que o mercado não veja a magnitude que é a Comunidade Linux.

  • Wellington

    Essa é uma pergunta muito polémica, no meu ponto de vista não existe versão melhor ou pior e sim aquela que atende suas necessidades, a família Linux e maravilhosa que desenvolve um sistema para cada tipo de usuário, mas me adaptei bem com Ubuntu.

  • Wellington

    Essa é uma pergunta muito polémica, no meu ponto de vista não existe versão melhor ou pior e sim aquela que atende suas necessidades, a família Linux e maravilhosa que desenvolve um sistema para cada tipo de usuário, mas me adaptei bem com Ubuntu.

  • Gil

    O ubuntu é muito bom. Tem estabilidade, facilidade, e uma estética bem agradável. O o Mint também. BigLinux também fez um belo trabalho. Acho uma das poucas coisas que o ubuntu poderia adotar (e que me faria muito feliz) seria ser rolling release. Tá certo que o LTS com 5 anos é um tempo bem interessante, mas rolling seria melhor. Atualmente uso aptosid (debian sid rolling) e bridge linux (arch+xfce).

  • Gil

    O ubuntu é muito bom. Tem estabilidade, facilidade, e uma estética bem agradável. O o Mint também. BigLinux também fez um belo trabalho. Acho uma das poucas coisas que o ubuntu poderia adotar (e que me faria muito feliz) seria ser rolling release. Tá certo que o LTS com 5 anos é um tempo bem interessante, mas rolling seria melhor. Atualmente uso aptosid (debian sid rolling) e bridge linux (arch+xfce).

  • http://twitter.com/RafaelC_Azevedo Rafael Azevedo

    A primeira distro linux que eu testei foi uma distro educacional chamada de Metasys que usava o KDE e foi na minha escola. Ela era muito parecida com o Windows em questão de interface do sistema e dos programas, o que já facilitava seu uso. Depois eu comecei com o Ubuntu, testei o Mandriva, o Fedora, o Debian, uma distro brasileira o Metamorphose Linux Lion, o Linux Mint, o OpenSuse, o ElementaryOS. Mas no final foi o Ubuntu que eu escolhi, sua comunidade é muito forte e é muito fácil encontrar uma solução para os problemas encontrados durante o uso do Ubuntu. Mas sinceramente, não se pode falar em melhor distro simplesmente se uma é mais bonita que a outra ou se possui mais funcionalidades, pois há uma diferença entre os usuários tanto de gosto quanto profissional. O tipo de distro que se enquadra no perfil de um usuário vai depender do us que ele fará de uma distro. Tudo bem que é sempre bom ter um sistema o mais completo possível, mas muitas vezes os usuários não usam nem metade do que o sistema lhe oferece, não porque eles não sabem mas porque eles não precisam. Um exemplo disso está no SO do lado negro da força, o Windows 7, muitos usuários quando são perguntados qual versão preferem logo respondem “Windows 7 Ultimate com certeza porque é o mais completo”. Mas muitos que usam essa versão não utilizam nem 10% dos recursos que ela dispõem sendo que a versão mais pobre e podre do Win7 ,o Starter, já o atenderia em tudo que ele faz. Mas deixando isso de lado apenas o usuário pode dizer qual é a melhor distro que serve para suas necessidades, mas a sugestão de usuários avançados e conhecedores do assunto é sempre bem vinda, principalmente se for direcionada a um usuário recém chegado que acabou de abrir a sua mente para novas possibilidades e não quer mais ficar limitado a um mundo fechado que é o Windows.

  • http://twitter.com/RafaelC_Azevedo Rafael Azevedo

    A primeira distro linux que eu testei foi uma distro educacional chamada de Metasys que usava o KDE e foi na minha escola. Ela era muito parecida com o Windows em questão de interface do sistema e dos programas, o que já facilitava seu uso. Depois eu comecei com o Ubuntu, testei o Mandriva, o Fedora, o Debian, uma distro brasileira o Metamorphose Linux Lion, o Linux Mint, o OpenSuse, o ElementaryOS. Mas no final foi o Ubuntu que eu escolhi, sua comunidade é muito forte e é muito fácil encontrar uma solução para os problemas encontrados durante o uso do Ubuntu. Mas sinceramente, não se pode falar em melhor distro simplesmente se uma é mais bonita que a outra ou se possui mais funcionalidades, pois há uma diferença entre os usuários tanto de gosto quanto profissional. O tipo de distro que se enquadra no perfil de um usuário vai depender do us que ele fará de uma distro. Tudo bem que é sempre bom ter um sistema o mais completo possível, mas muitas vezes os usuários não usam nem metade do que o sistema lhe oferece, não porque eles não sabem mas porque eles não precisam. Um exemplo disso está no SO do lado negro da força, o Windows 7, muitos usuários quando são perguntados qual versão preferem logo respondem “Windows 7 Ultimate com certeza porque é o mais completo”. Mas muitos que usam essa versão não utilizam nem 10% dos recursos que ela dispõem sendo que a versão mais pobre e podre do Win7 ,o Starter, já o atenderia em tudo que ele faz. Mas deixando isso de lado apenas o usuário pode dizer qual é a melhor distro que serve para suas necessidades, mas a sugestão de usuários avançados e conhecedores do assunto é sempre bem vinda, principalmente se for direcionada a um usuário recém chegado que acabou de abrir a sua mente para novas possibilidades e não quer mais ficar limitado a um mundo fechado que é o Windows.

  • http://www.facebook.com/people/Ivo-Nunes/100001887031424 Ivo Nunes

    A Melhor Distro é a que agrada a Pessoa e seu Hardware…
    De todas pra mim o Ubuntu é a melhor atualmente, apesar de alguns bugs, o Mint na minha opinião virou uma bagunça visual, agora uma Distro que usei e gostei e coloco em segundo lugar é o Elementary OS Jupiter, já testei o Luna e não gostei do Marlin com gestor de pastas do sistema não, apesar da interface estar bonita…

  • http://www.facebook.com/people/Ivo-Nunes/100001887031424 Ivo Nunes

    A Melhor Distro é a que agrada a Pessoa e seu Hardware…
    De todas pra mim o Ubuntu é a melhor atualmente, apesar de alguns bugs, o Mint na minha opinião virou uma bagunça visual, agora uma Distro que usei e gostei e coloco em segundo lugar é o Elementary OS Jupiter, já testei o Luna e não gostei do Marlin com gestor de pastas do sistema não, apesar da interface estar bonita…

  • David

    A melhor distribuição Linux é aquela que atende tuas necessidades. Outro critério fundamental na minha opinião é sempre iniciar usando uma Distro que o amigo/colega já usa e entende… Aí se você tiver problemas, aumentam suas chances de suporte.
    De nada adianta usar uma Distro obscura se você tiver que esperar uma semana para resolver um eventual problema.
    Nisso, sou obrigado a lembrar o velho André Gondim (RIP), que com seus tutoriais e dicas tornaram o Linux mais acessível ao público leigo…
    Diante do critério que escolhi neste post, voto no Ubuntu.
    Abraços.

  • David

    A melhor distribuição Linux é aquela que atende tuas necessidades. Outro critério fundamental na minha opinião é sempre iniciar usando uma Distro que o amigo/colega já usa e entende… Aí se você tiver problemas, aumentam suas chances de suporte.
    De nada adianta usar uma Distro obscura se você tiver que esperar uma semana para resolver um eventual problema.
    Nisso, sou obrigado a lembrar o velho André Gondim (RIP), que com seus tutoriais e dicas tornaram o Linux mais acessível ao público leigo…
    Diante do critério que escolhi neste post, voto no Ubuntu.
    Abraços.

  • Ronan Neto

    Uso e pretendo continuar a usar por um bom tempo o Arch Linux, pequeno simples e rápido, gosto dele por várias coisas mais o que me conquistou de verdade foi o fato
    dele ser BSD style alem disso ter uma *.iso muito pequena, um sistema que vem praticamente “cru” onde você configura ao seu gosto pra mim essa e a melhor.
    Um distro que eu não gosto é o Mandriva pelo fato de suas atualizações demorarem
    e quando vem acabam que não melhoram o sistema (pelo menos não substancialmente), diferente do Debian.
    Gosto muito do Ubuntu mas já não faço uso dele mais, ainda sim adoro os blogs que falam sobre ele, normalmente estes são muito sensatos.

    Durante o tempo em que usei várias distro’s eu percebi a importânçia de um bom
    gereciador de pacotes e sinceramente o apt-get já não me consquista mais,
    porém eu gosto muito do synaptic o que faz eu rever este conceito ou este “pre-conceito.

    A propósito eu que eu não gosto no apt-get e o modo como ele resolve as dependencias, e o modo como ele organiza os pacotes, em função disso eu
    diria que o pacman é o melhor.

    Thanks…

  • Ronan Neto

    Uso e pretendo continuar a usar por um bom tempo o Arch Linux, pequeno simples e rápido, gosto dele por várias coisas mais o que me conquistou de verdade foi o fato
    dele ser BSD style alem disso ter uma *.iso muito pequena, um sistema que vem praticamente “cru” onde você configura ao seu gosto pra mim essa e a melhor.
    Um distro que eu não gosto é o Mandriva pelo fato de suas atualizações demorarem
    e quando vem acabam que não melhoram o sistema (pelo menos não substancialmente), diferente do Debian.
    Gosto muito do Ubuntu mas já não faço uso dele mais, ainda sim adoro os blogs que falam sobre ele, normalmente estes são muito sensatos.

    Durante o tempo em que usei várias distro’s eu percebi a importânçia de um bom
    gereciador de pacotes e sinceramente o apt-get já não me consquista mais,
    porém eu gosto muito do synaptic o que faz eu rever este conceito ou este “pre-conceito.

    A propósito eu que eu não gosto no apt-get e o modo como ele resolve as dependencias, e o modo como ele organiza os pacotes, em função disso eu
    diria que o pacman é o melhor.

    Thanks…

  • http://www.facebook.com/jordan.queiroz Jordan Queiroz

    Eu não posso dizer qual é a melhor distribuição do linux porque até agora eu só conheci duas: Linux Mint e Ubuntu. Mas de qualquer maneira, o Ubuntu eu conheci no início do ano junto com o Mint, mas eu não usei por muito tempo o Linux Mint (Não achei a interface muito prática), então eu fiquei no Ubuntu (interface muito prática e bonita, pelo menos na minha opinião).
    Antes eu usava o Windows 7, mas quando eu vi que eu poderia ter um SO melhor (no caso do Ubuntu: por ser livre, gratuito e mais rápido) sem sentir falta do Windows, eu troquei na hora.
    Como é possível notar, eu não sei muita coisa sobre o Ubuntu. Os meus motivos por usa-lo são bem superficiais, mas até agora esse SO me agrada muito =)

  • http://www.facebook.com/jordan.queiroz Jordan Queiroz

    Eu não posso dizer qual é a melhor distribuição do linux porque até agora eu só conheci duas: Linux Mint e Ubuntu. Mas de qualquer maneira, o Ubuntu eu conheci no início do ano junto com o Mint, mas eu não usei por muito tempo o Linux Mint (Não achei a interface muito prática), então eu fiquei no Ubuntu (interface muito prática e bonita, pelo menos na minha opinião).
    Antes eu usava o Windows 7, mas quando eu vi que eu poderia ter um SO melhor (no caso do Ubuntu: por ser livre, gratuito e mais rápido) sem sentir falta do Windows, eu troquei na hora.
    Como é possível notar, eu não sei muita coisa sobre o Ubuntu. Os meus motivos por usa-lo são bem superficiais, mas até agora esse SO me agrada muito =)

  • Matusalem

    Qual melhor?
    Uso Ubuntu pela praticidade. Uso desde a versão 4.10… Antes usava Conectiva Linux. Usei Slackware, Debian, Mandrake, Suse e um Yellow Dog em um iMac. Usei MAC-OS-X, MAC-OS-9. Antes usei Windows XP, 98 ME, 98 SE, 95, 3.11, 3.1, DOS 6.22… todos os DOS, inclusive o DR.DOS. Antes usei CP/M e MSX-DOS. Antes disso usei VMS/CICS em um IBM 4341. Antes ainda usava um Sinclair TK85. Antes usei um ábaco. Brinks, não usei ábaco (que eu me lembre).
    Qual melhor? Melhor é eu ainda estar vivo.

    • Rafa Yazigi

      Acho que eu nunca ri tanto na minha vida….rsrsrs

    • http://www.facebook.com/viniciusvmc Vinícius Fernanda Arthur

      Huahuahuaha….. verdade….. usou gravador de fita k7 tb? hehehe

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Santos/1600764093 Marcelo Santos

        Sim, o gravador era a parte essencial da coisa. No teclado de borracha, você digitava LOAD “” e teclava ENTER. E aí apertava o Play no Gravador… E aguardava o programa carregar, depois de longos 20, 30 minutos.

    • laelson

      Esperar a fita rodar toda e ver qu tinha um erro de crc.. hohohoho… copoiar um jogo todo da revista “micro sistemas” em assembler… depois fuçar pra colocar vidas infinitas… tempo bom… mas hj tbm to adorando o ubuntu…. os tempos mudam…….

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Santos/1600764093 Marcelo Santos

        Putz… Eu ainda tenho a minha coleção da Micro Sistemas. E se bobear, deve ter ainda algumas fitas K7 no sótão com alguns programas para Tk85, Tk90X. Bons tempos aqueles!

    • amaivsimau

      Não é de bobeira que se chama Matusalem …

  • Matusalem

    Qual melhor?
    Uso Ubuntu pela praticidade. Uso desde a versão 4.10… Antes usava Conectiva Linux. Usei Slackware, Debian, Mandrake, Suse e um Yellow Dog em um iMac. Usei MAC-OS-X, MAC-OS-9. Antes usei Windows XP, 98 ME, 98 SE, 95, 3.11, 3.1, DOS 6.22… todos os DOS, inclusive o DR.DOS. Antes usei CP/M e MSX-DOS. Antes disso usei VMS/CICS em um IBM 4341. Antes ainda usava um Sinclair TK85. Antes usei um ábaco. Brinks, não usei ábaco (que eu me lembre).
    Qual melhor? Melhor é eu ainda estar vivo.

    • Rafa Yazigi

      Acho que eu nunca ri tanto na minha vida….rsrsrs

    • http://www.facebook.com/viniciusvmc Vinícius Fernanda Arthur

      Huahuahuaha….. verdade….. usou gravador de fita k7 tb? hehehe

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Santos/1600764093 Marcelo Santos

        Sim, o gravador era a parte essencial da coisa. No teclado de borracha, você digitava LOAD “” e teclava ENTER. E aí apertava o Play no Gravador… E aguardava o programa carregar, depois de longos 20, 30 minutos.

    • laelson

      Esperar a fita rodar toda e ver qu tinha um erro de crc.. hohohoho… copoiar um jogo todo da revista “micro sistemas” em assembler… depois fuçar pra colocar vidas infinitas… tempo bom… mas hj tbm to adorando o ubuntu…. os tempos mudam…….

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Santos/1600764093 Marcelo Santos

        Putz… Eu ainda tenho a minha coleção da Micro Sistemas. E se bobear, deve ter ainda algumas fitas K7 no sótão com alguns programas para Tk85, Tk90X. Bons tempos aqueles!

    • amaivsimau

      Não é de bobeira que se chama Matusalem …

  • http://www.facebook.com/UnderEu Anderson Silva

    Por uma questão de melhor suporte, uma comunidade bastante ativa e dedicada, minha escolha foi Ubuntu.

    Comecei no mundo Linux por Kurumin (grande distro do Carlos Morimoto), passei pro Ubuntu, e no meio do caminho fui experimentando outros “sabores”. Um que me chamou bastante a atenção foi o Arch Linux: SEMPRE com as últimas atualizações de software, personalizável a gosto do freguês e bastante simples de se configurar, porém um tanto trabalhoso e não tem uma grande atenção por parte dos grandes fabricantes de software, o que me levou a escolher o Ubuntu, mas não reclamo. Faço de tudo e tudo o que quero com meu Ubuntu e ponto!

    E claro, como diriam nas comunidades do Orkut (sim, as comunidades ainda prevalecem), nada de “refusefuquis” pro meu lado. Esses conceitos de distros derivadas, tipo o Mint, são furada; Fogem muito do foco da distribuição-base e muitas vezes não passam de algo com uma carinha mais bonita ou algumas coisinhas a mais, coisa que se instala com 2 cliques na distro-base.

    Fica minha opinião!

    P.S.: Melhor distro pra mim, até hoje, foi o Ubuntu 10.04. Atualizei, mas deixei um sistema que, olha… nunca funcionou tudo tão bem por aqui. =/

  • http://www.facebook.com/UnderEu Anderson Silva

    Por uma questão de melhor suporte, uma comunidade bastante ativa e dedicada, minha escolha foi Ubuntu.

    Comecei no mundo Linux por Kurumin (grande distro do Carlos Morimoto), passei pro Ubuntu, e no meio do caminho fui experimentando outros “sabores”. Um que me chamou bastante a atenção foi o Arch Linux: SEMPRE com as últimas atualizações de software, personalizável a gosto do freguês e bastante simples de se configurar, porém um tanto trabalhoso e não tem uma grande atenção por parte dos grandes fabricantes de software, o que me levou a escolher o Ubuntu, mas não reclamo. Faço de tudo e tudo o que quero com meu Ubuntu e ponto!

    E claro, como diriam nas comunidades do Orkut (sim, as comunidades ainda prevalecem), nada de “refusefuquis” pro meu lado. Esses conceitos de distros derivadas, tipo o Mint, são furada; Fogem muito do foco da distribuição-base e muitas vezes não passam de algo com uma carinha mais bonita ou algumas coisinhas a mais, coisa que se instala com 2 cliques na distro-base.

    Fica minha opinião!

    P.S.: Melhor distro pra mim, até hoje, foi o Ubuntu 10.04. Atualizei, mas deixei um sistema que, olha… nunca funcionou tudo tão bem por aqui. =/

  • raphael

    Uso Ubuntu pela praticidade .. mais concordo com alguns colegas dos comentários todas distribuições tem seu pontos fortes. mais o foco não deveria ser varias distros que
    deixa o usuário perdido precisamos de soluções grandes nesse mundo livre .como no proprietário como podemos ter muitos programas de edição no win e mac e no linux ai complica. acho que seria legal um papo sobre isso, esse seria o posso pra eu abondonar win uso ADOBE fazer oque né…

  • raphael

    Uso Ubuntu pela praticidade .. mais concordo com alguns colegas dos comentários todas distribuições tem seu pontos fortes. mais o foco não deveria ser varias distros que
    deixa o usuário perdido precisamos de soluções grandes nesse mundo livre .como no proprietário como podemos ter muitos programas de edição no win e mac e no linux ai complica. acho que seria legal um papo sobre isso, esse seria o posso pra eu abondonar win uso ADOBE fazer oque né…

  • http://twitter.com/JeffersonFern53 Jefferson Fernandes

    A melhor distribuição Linux sem dúvida nenhuma é o Ubuntu

  • http://twitter.com/JeffersonFern53 Jefferson Fernandes

    A melhor distribuição Linux sem dúvida nenhuma é o Ubuntu

  • ric

    Ubuntu não é e nunca será a melhor distro, ela uma das mais usadas por causa do marketing. Falilidade? deem uma olhada no vol e vejam também o tanto de reclamação que os novos usuários tem com o ubuntu “fácil”, problema em iniciar, em conectar wireless, problema com servidor gráfico, lentidão, etc,etc,etc.

    • Cléber Borges

      Essa questão de problemas não diz respeito exclusivamente ao Sistema Operacional, como você deve ter imagina e se esqueceu de escrever. Afinal, se fosse um problema exclusivo do software, meu computador não funcionaria. E funciona e está muito bem. Existe uma combinação “hardwareXsoftware” que é um dos grandes desafios das empresas que desenvolvem sistemas operacionais. É o mesmo problema da Microsoft, por exemplo. As pessoas quando reclamam de algo, esquecem de colocar, por exemplo, a idade de seu computador – alguns com mais de 8 anos de uso -, sua configuração de hardware e eventuais problemas que ela prefere omitir e dizer que é o Ubuntu. Nesse sentido, daí eu sinto muito, quem tem máquinas menos capazes ou potentes, devem escolher versões leves como o Lubuntu. O Ubuntu sim exige uma máquina razoável, afinal, a última versão é de 2012, portanto, use uma máquina capaz de rodar um sistema dessa época. Outro problema também diz respeito à falta de suporte de fabricantes proprietárias, como é o caso da Nvidia a quem Linus Torvalds mandou um enorme FUCK YOU. A única empresa de desktops e notebooks que conseguiu resolver esse problema foi a Apple, que fabrica o seu próprio hardware para rodar seu sistema pensado em cada detalhe para rodar naquela configuração. O resultado? Bem, trabalhe uma semana no Mac OS X e constate por si próprio. Caso a Canonical resolvesse fabricar seu próprio computador para tornar o Ubuntu um sistema ainda melhor, é muito provável que problemas de compatibilidades praticamente inexistissem. Ainda acho louvável o esforço deles em manter distribuições leves para quem PC antigos. Isso é uma lógica anti-capitalista que merece todo o apoio da comunidade ubunteira. Portanto, caso o buntu não funcione em um dado hardware, é indicado usar outra versão mais leve da família Ubuntu ou, ainda, qualquer outra distribuição Linux, que, aliás, tem até demais…

      • ric

        Caro Cléber Borges, para o usuário final se seu pc funciona com um determinado Sistema Operacional(SO) e não funciona com outro a culpa é sim exclusivamente do SO, aí é a vez deles dizerem Fuck you. Se o seu pc está funcionando, lembre-se você não está só no mundo e tem muitas pessoas passando por problemas com Ubuntu e essa nova versão 12.04 está batendo record de reclamações e não insista em colocar culpa no hardware, muitos são computadores novos que trava até na inicialização do livecd. Concordo com você no seguinte ponto, se o Ubuntu não funcionar teste outra distribuição, Mageia, Debian, Opensuse ou qualquer outra que lhe agrade, agora não desanimem com linux por causa dos problemas com o ubuntu.

        • Fabinho

          Meu pc tem 04 anos e roda o Ubuntu 12.04 liso. O Ubuntu é da distro que tem mais reclamações na atualidade por um motivo mais do que óbvio: é a distro mais usada da atualidade.

          • ric

            Eu não disse em nenhum momento que um pc antigo não vai rodar Ubuntu e nem que o Ubuntu é a distro que está tendo mais reclamações, disse que essa versão 12.04 comparada com versões anteriores está batendo record de reclamações. E saiba que o Ubuntu está perdendo o seu posto.

          • http://twitter.com/RafaelC_Azevedo Rafael Azevedo

            Caro ric veja bem como são as coisas, seu um hardware é fabricado pensando em apenas um tipo de SO ou uma familia especifica é bem provavel que SOs diferentes nao irao funcionar bem ou de jeito nenhum. Nesse caso nao é culpa do software e sim do hardware que nao dá suporte a esses SOs. E ainda há o caso da versão do SO. Quando é antigo demais e funciona em um hardware tambem muito antigo, e se troca esse SO antigo por um mais recente e este nao roda bem devido a idade do hardware é mais facil culpar o SO, do que admitir que o hardware já virou uma carroça e que deve ser trocado. Um SO nao pode dá suporte a hardwares de todas as idades pois nesse caso o SO estaria abrido mao de muita coisa entre elas a beleza da interface. Quer continuar a usar o seu pc de 10 anos atras? Então instale um SO mais leve que rode nele.

          • http://www.facebook.com/viniciusvmc Vinícius Fernanda Arthur

            Antes da 12.04 a 11.10 era a que mais sofria reclamações, sempre o mais novo vai ser o que sofre mais reclamações, já aprendi isso com a vivencia, e provavelmente a 12.10 vai sofrer mais reclamação, é assim com o Fedora 17 tb.

            Abraço.

          • http://www.facebook.com/viniciusvmc Vinícius Fernanda Arthur

            Pronto, disse tudo, uso o Ubuntu na minha maquina que é bem modesta, e roda e roda muito bem obrigado, agora vamos falar bem sério, usam componentes “furrebas” maquinas, lembram do cartão wireless da encore nos kernels mais antigos… hauahua, simplesmente nao rodava, que usar Linux, de Graça com Hardware ruim, ou chipsets que só o próprio fabricante conhece, não reclame!

          • http://www.facebook.com/people/Celio-Alves/100002726064545 Celio Alves

            @dea6c9ab7bea8fb4f41f0184c8e5ffa9:disqus

            A minha máquina é mais antiga ainda (tem 6 anos), na época do Pentium D.
            Roda Ubuntu 12.04 normalmente.

            Para a idade dela, teve uma configuração boa em sua época, o que ainda faz o Ubuntu rodar com bom desempenho.

            Lógico, quem tem máquinas com processadores da Via, Celeron D, Sempron de 1.5ghz, AMD Duron ou usa os chipsets gráficos da SiS, tem que usar uma distro mais leve mesmo.

    • http://www.facebook.com/people/Isaias-Vasconcelos-Aguiar/100002555195694 Isaias Vasconcelos Aguiar

      Mano vc pode se achar o dono da verdade, mas comigo o ubuntu é tudo aquilo que promete e estou satisfeito com o sistema que já instalei em 4 máquinas tanto em casa como no trabalho. Não volto pro rwindows nem em outra reencarnação!

  • ric

    Ubuntu não é e nunca será a melhor distro, ela uma das mais usadas por causa do marketing. Falilidade? deem uma olhada no vol e vejam também o tanto de reclamação que os novos usuários tem com o ubuntu “fácil”, problema em iniciar, em conectar wireless, problema com servidor gráfico, lentidão, etc,etc,etc.

    • Cléber Borges

      Essa questão de problemas não diz respeito exclusivamente ao Sistema Operacional, como você deve ter imagina e se esqueceu de escrever. Afinal, se fosse um problema exclusivo do software, meu computador não funcionaria. E funciona e está muito bem. Existe uma combinação “hardwareXsoftware” que é um dos grandes desafios das empresas que desenvolvem sistemas operacionais. É o mesmo problema da Microsoft, por exemplo. As pessoas quando reclamam de algo, esquecem de colocar, por exemplo, a idade de seu computador – alguns com mais de 8 anos de uso -, sua configuração de hardware e eventuais problemas que ela prefere omitir e dizer que é o Ubuntu. Nesse sentido, daí eu sinto muito, quem tem máquinas menos capazes ou potentes, devem escolher versões leves como o Lubuntu. O Ubuntu sim exige uma máquina razoável, afinal, a última versão é de 2012, portanto, use uma máquina capaz de rodar um sistema dessa época. Outro problema também diz respeito à falta de suporte de fabricantes proprietárias, como é o caso da Nvidia a quem Linus Torvalds mandou um enorme FUCK YOU. A única empresa de desktops e notebooks que conseguiu resolver esse problema foi a Apple, que fabrica o seu próprio hardware para rodar seu sistema pensado em cada detalhe para rodar naquela configuração. O resultado? Bem, trabalhe uma semana no Mac OS X e constate por si próprio. Caso a Canonical resolvesse fabricar seu próprio computador para tornar o Ubuntu um sistema ainda melhor, é muito provável que problemas de compatibilidades praticamente inexistissem. Ainda acho louvável o esforço deles em manter distribuições leves para quem PC antigos. Isso é uma lógica anti-capitalista que merece todo o apoio da comunidade ubunteira. Portanto, caso o buntu não funcione em um dado hardware, é indicado usar outra versão mais leve da família Ubuntu ou, ainda, qualquer outra distribuição Linux, que, aliás, tem até demais…

      • ric

        Caro Cléber Borges, para o usuário final se seu pc funciona com um determinado Sistema Operacional(SO) e não funciona com outro a culpa é sim exclusivamente do SO, aí é a vez deles dizerem Fuck you. Se o seu pc está funcionando, lembre-se você não está só no mundo e tem muitas pessoas passando por problemas com Ubuntu e essa nova versão 12.04 está batendo record de reclamações e não insista em colocar culpa no hardware, muitos são computadores novos que trava até na inicialização do livecd. Concordo com você no seguinte ponto, se o Ubuntu não funcionar teste outra distribuição, Mageia, Debian, Opensuse ou qualquer outra que lhe agrade, agora não desanimem com linux por causa dos problemas com o ubuntu.

        • Fabinho

          Meu pc tem 04 anos e roda o Ubuntu 12.04 liso. O Ubuntu é da distro que tem mais reclamações na atualidade por um motivo mais do que óbvio: é a distro mais usada da atualidade.

          • ric

            Eu não disse em nenhum momento que um pc antigo não vai rodar Ubuntu e nem que o Ubuntu é a distro que está tendo mais reclamações, disse que essa versão 12.04 comparada com versões anteriores está batendo record de reclamações. E saiba que o Ubuntu está perdendo o seu posto.

          • http://twitter.com/RafaelC_Azevedo Rafael Azevedo

            Caro ric veja bem como são as coisas, seu um hardware é fabricado pensando em apenas um tipo de SO ou uma familia especifica é bem provavel que SOs diferentes nao irao funcionar bem ou de jeito nenhum. Nesse caso nao é culpa do software e sim do hardware que nao dá suporte a esses SOs. E ainda há o caso da versão do SO. Quando é antigo demais e funciona em um hardware tambem muito antigo, e se troca esse SO antigo por um mais recente e este nao roda bem devido a idade do hardware é mais facil culpar o SO, do que admitir que o hardware já virou uma carroça e que deve ser trocado. Um SO nao pode dá suporte a hardwares de todas as idades pois nesse caso o SO estaria abrido mao de muita coisa entre elas a beleza da interface. Quer continuar a usar o seu pc de 10 anos atras? Então instale um SO mais leve que rode nele.

          • http://www.facebook.com/viniciusvmc Vinícius Fernanda Arthur

            Antes da 12.04 a 11.10 era a que mais sofria reclamações, sempre o mais novo vai ser o que sofre mais reclamações, já aprendi isso com a vivencia, e provavelmente a 12.10 vai sofrer mais reclamação, é assim com o Fedora 17 tb.

            Abraço.

          • http://www.facebook.com/viniciusvmc Vinícius Fernanda Arthur

            Pronto, disse tudo, uso o Ubuntu na minha maquina que é bem modesta, e roda e roda muito bem obrigado, agora vamos falar bem sério, usam componentes “furrebas” maquinas, lembram do cartão wireless da encore nos kernels mais antigos… hauahua, simplesmente nao rodava, que usar Linux, de Graça com Hardware ruim, ou chipsets que só o próprio fabricante conhece, não reclame!

          • Celio Alves

            @dea6c9ab7bea8fb4f41f0184c8e5ffa9:disqus

            A minha máquina é mais antiga ainda (tem 6 anos), na época do Pentium D.
            Roda Ubuntu 12.04 normalmente.

            Para a idade dela, teve uma configuração boa em sua época, o que ainda faz o Ubuntu rodar com bom desempenho.

            Lógico, quem tem máquinas com processadores da Via, Celeron D, Sempron de 1.5ghz, AMD Duron ou usa os chipsets gráficos da SiS, tem que usar uma distro mais leve mesmo.

    • Isaias Vasconcelos Aguiar

      Mano vc pode se achar o dono da verdade, mas comigo o ubuntu é tudo aquilo que promete e estou satisfeito com o sistema que já instalei em 4 máquinas tanto em casa como no trabalho. Não volto pro rwindows nem em outra reencarnação!

  • nic

    Neste site não podemos dar uma opinião diferente não?

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @d11839bf77b20b9ca90fde160daf44bd:disqus Você é livre para dar a opinião que quiser ué. Mas são milhares de visitantes… nem todos vão concordar com você. O mais provável é que discordem, diga-se de passagem.

  • nic

    Neste site não podemos dar uma opinião diferente não?

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @d11839bf77b20b9ca90fde160daf44bd:disqus Você é livre para dar a opinião que quiser ué. Mas são milhares de visitantes… nem todos vão concordar com você. O mais provável é que discordem, diga-se de passagem.

  • McYurr

    Gosto do Ubuntu mas para mim Debian é a melhor. Nesta distro temos a estabilidade na versão stable e as rápidas atualizações na Testing/Unstable. Para o meu trabalho estou muito satisfeito com o Debian Wheezy. Apesar de indicar aos amigos iniciantes o Mint ao invés do Debian ou Ubuntu, pois acredito que para iniciantes o Mint é ainda mais fácil de usar. O que acham?

  • McYurr

    Gosto do Ubuntu mas para mim Debian é a melhor. Nesta distro temos a estabilidade na versão stable e as rápidas atualizações na Testing/Unstable. Para o meu trabalho estou muito satisfeito com o Debian Wheezy. Apesar de indicar aos amigos iniciantes o Mint ao invés do Debian ou Ubuntu, pois acredito que para iniciantes o Mint é ainda mais fácil de usar. O que acham?

  • Flavinho

    Testei o Ubuntu 12.04 por 1 mês, gostei muito, porém depois de algumas atualizações ,parou de reconhecer a rede wifi , reconhecia só não conectava , por causa disso fui obrigado a voltar para o windows.
    O ubuntu é um ótimo sistema , se não fosse por esse problema estava com ele até hoje.
    Parabéns pelo site, devia ter mais pessoas como você incentivando o uso de software livre, também tentei fazer aquela jogada de instalar o wicd no ubuntu mas não deu certo foi só isso que me decepcionou e como uso um notebook …
    Com o mint 12 e lubuntu foi a mesma coisa.

  • Flavinho

    Testei o Ubuntu 12.04 por 1 mês, gostei muito, porém depois de algumas atualizações ,parou de reconhecer a rede wifi , reconhecia só não conectava , por causa disso fui obrigado a voltar para o windows.
    O ubuntu é um ótimo sistema , se não fosse por esse problema estava com ele até hoje.
    Parabéns pelo site, devia ter mais pessoas como você incentivando o uso de software livre, também tentei fazer aquela jogada de instalar o wicd no ubuntu mas não deu certo foi só isso que me decepcionou e como uso um notebook …
    Com o mint 12 e lubuntu foi a mesma coisa.

  • http://www.facebook.com/wendleydaniel.jones Daniel Jones

    O melhor é Ubuntu, que ganha anualmente pesquisas como melhor distro….

  • http://www.facebook.com/wendleydaniel.jones Daniel Jones

    O melhor é Ubuntu, que ganha anualmente pesquisas como melhor distro….

  • Rafael Henrique

    Ubuntu, Sinônimo de Velocidade, Praticidade e Liberdade.

    Por isso uso Linux á 09 meses (:

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001333300844 Rafael Henrique

    Ubuntu, Sinônimo de Velocidade, Praticidade e Liberdade.

    Por isso uso Linux á 09 meses (:

  • Rodrigo Heringer de Salles

    Concordo com o texto, onde diz que quem faz a distribuição é o usuário, portanto não existe melhor. Eu, por exemplo, simpatizo com a iniciativa do ubuntu de não se restringir aos softwares livres e sim tentar incluir (através do software center) softwares e principalmente jogos pagos no sistema, deixando a cargo do usuário (isso sim é liberdade) escolher os softwares que roda em seu sistema, quer pagos ou não, quer deem acesso ao código fonte ou não.

  • Rodrigo Heringer de Salles

    Concordo com o texto, onde diz que quem faz a distribuição é o usuário, portanto não existe melhor. Eu, por exemplo, simpatizo com a iniciativa do ubuntu de não se restringir aos softwares livres e sim tentar incluir (através do software center) softwares e principalmente jogos pagos no sistema, deixando a cargo do usuário (isso sim é liberdade) escolher os softwares que roda em seu sistema, quer pagos ou não, quer deem acesso ao código fonte ou não.

  • Lucas Borges

    Já eu gosto muito do Arch Linux. O motivo é por poder dominar todo o sistema. Além de ter uma Wiki bem mais completa e atualizada que qualquer uma distribuição. Você tem sempre os softwares mais atualizados e uma liberdade grande para configurar. E o mais engraçado é que ele é tão simples quanto parece.

    • Douglas G. Oechsler

      Exatamente! O Arch é demais!

  • Lucas Borges

    Já eu gosto muito do Arch Linux. O motivo é por poder dominar todo o sistema. Além de ter uma Wiki bem mais completa e atualizada que qualquer uma distribuição. Você tem sempre os softwares mais atualizados e uma liberdade grande para configurar. E o mais engraçado é que ele é tão simples quanto parece.

    • Douglas G. Oechsler

      Exatamente! O Arch é demais!

  • Raphael

    Amigos!

    Concordo com as opiniões no sentido de unificar mais a comunidade, focando em menos distros, e dando mais força a elas.
    Devemos sempre apoiar os dinossauros (Slackware, Debian, RedHat/CentOS) e os seus derivados com mais força de expressão (Gentoo, Arch, Ubuntu, Fedora, por exemplo) e fortalecer esses grupos, pois são esses que tem mais força, e precisamos de força e união para expandirmos o linux por todos os desktops.
    A Canonical faz um trabalho brilhante, e vem ganhando muito espaço por isso. A comunidade Debian também é fantástica, é um profissionalismo incrível, vasta documentação.
    Difícil opinar qual a melhor distro, mas acho que todas essas grandes distros são ótimas, cada uma no seu público alvo. Gosto muito do ubuntu, mas depois do Unity, resolvi dar uma chance para o Linux Mint Debian Edition e sua proposta “out-of-the-box” junto com o rolling release.
    Gosto muito da família Debian. Foi com essa família que comecei, e com essa que melhor me adapto.
    Amigos, como alguns já disseram, vamos parar de reinventar a roda. Vamos dar mais força para as distros que já tem força e aprimorá-las. Só assim daremos força ao movimento linux como um todo.
    Isso tudo é MINHA OPINIÃO. Cada um tem o direito de concordar ou discordar.

    Abraço!

  • Raphael

    Amigos!

    Concordo com as opiniões no sentido de unificar mais a comunidade, focando em menos distros, e dando mais força a elas.
    Devemos sempre apoiar os dinossauros (Slackware, Debian, RedHat/CentOS) e os seus derivados com mais força de expressão (Gentoo, Arch, Ubuntu, Fedora, por exemplo) e fortalecer esses grupos, pois são esses que tem mais força, e precisamos de força e união para expandirmos o linux por todos os desktops.
    A Canonical faz um trabalho brilhante, e vem ganhando muito espaço por isso. A comunidade Debian também é fantástica, é um profissionalismo incrível, vasta documentação.
    Difícil opinar qual a melhor distro, mas acho que todas essas grandes distros são ótimas, cada uma no seu público alvo. Gosto muito do ubuntu, mas depois do Unity, resolvi dar uma chance para o Linux Mint Debian Edition e sua proposta “out-of-the-box” junto com o rolling release.
    Gosto muito da família Debian. Foi com essa família que comecei, e com essa que melhor me adapto.
    Amigos, como alguns já disseram, vamos parar de reinventar a roda. Vamos dar mais força para as distros que já tem força e aprimorá-las. Só assim daremos força ao movimento linux como um todo.
    Isso tudo é MINHA OPINIÃO. Cada um tem o direito de concordar ou discordar.

    Abraço!

  • http://www.facebook.com/people/Celio-Alves/100002726064545 Celio Alves

    Qual melhor?
    Ubuntu, oras!

    Todo o ecossistema, a comunidade, a importância que os desenvolvedores proprietários estão dando para o Linux (basta ver a Central de Programas sendo atualizada semanalmente com novos softwares) e atualmente, é a distribuição que pioneiramente recepciona as grandes e pequenas softhouses de games.

    Sobre os bugs, todos os sistemas tem e nenhum software está isento disso.
    Se o pessoal já está acostumado com os bugs, vírus e BSODs do outro sistema, porque alguns bugs do Ubuntu incomodam tanto?

  • Celio Alves

    Qual melhor?
    Ubuntu, oras!

    Todo o ecossistema, a comunidade, a importância que os desenvolvedores proprietários estão dando para o Linux (basta ver a Central de Programas sendo atualizada semanalmente com novos softwares) e atualmente, é a distribuição que pioneiramente recepciona as grandes e pequenas softhouses de games.

    Sobre os bugs, todos os sistemas tem e nenhum software está isento disso.
    Se o pessoal já está acostumado com os bugs, vírus e BSODs do outro sistema, porque alguns bugs do Ubuntu incomodam tanto?

  • Douglas G. Oechsler

    Eu acho que a melhor é a que se adapta no gosto de cada usuário. Eu pessoalmente to gostando muito do Arch Linux, é muito rápido e o melhor de tudo rolling release, instale uma única vez e seja feliz pra sempre. Tá sempre com os pacotes atualizadíssimos e tudo funciona corretamente, a documentação dele é espetacular. Explica detalhadamente a função, como instalar, como configurar, tipo um passo-a-passo sem enrolação, é muito organizado. Claro que ele difícilmente estará em Primeiro lugar da distro mais usada, pelo sua forma de instação, mas depois que se pega o jeito arch é uma distro em tanto. Tratando de instalar algo fácil, rápido para qualquer pessoa eu fico com o Linux Mint 13 gerencioador de Janelas Mate. Tá simplesmente show! Parabéns pro Linux Mint 13.
    Abraços e de qualquer forma seja a distro que for, VIVA O GRANDE LINUX!

  • Douglas G. Oechsler

    Eu acho que a melhor é a que se adapta no gosto de cada usuário. Eu pessoalmente to gostando muito do Arch Linux, é muito rápido e o melhor de tudo rolling release, instale uma única vez e seja feliz pra sempre. Tá sempre com os pacotes atualizadíssimos e tudo funciona corretamente, a documentação dele é espetacular. Explica detalhadamente a função, como instalar, como configurar, tipo um passo-a-passo sem enrolação, é muito organizado. Claro que ele difícilmente estará em Primeiro lugar da distro mais usada, pelo sua forma de instação, mas depois que se pega o jeito arch é uma distro em tanto. Tratando de instalar algo fácil, rápido para qualquer pessoa eu fico com o Linux Mint 13 gerencioador de Janelas Mate. Tá simplesmente show! Parabéns pro Linux Mint 13.
    Abraços e de qualquer forma seja a distro que for, VIVA O GRANDE LINUX!

  • http://www.facebook.com/fabio.barbosa.3323 Fabio Barbosa

    hahha matusalem, sua estoria vale o seu nome. Tu ja usou de tudo hombre. rsrs
    Eu tambem uso o ubuntu desde a versao 4.10 e nas empresas que trabalhei sempre usei ubuntu para servidores, mas a melhor distribuicao linux somos nos que fazemos, a que melhor nos atender sera a melhor.

  • Fabio Barbosa

    hahha matusalem, sua estoria vale o seu nome. Tu ja usou de tudo hombre. rsrs
    Eu tambem uso o ubuntu desde a versao 4.10 e nas empresas que trabalhei sempre usei ubuntu para servidores, mas a melhor distribuicao linux somos nos que fazemos, a que melhor nos atender sera a melhor.

  • rony

    Sempre quis testar o linux, iniciei pelo ubuntu a pouco tempo, apenas por ter uma base maior de suporte, mas com certeza futuramente testarei outras distribuições, agora dizer qual a melhor é meramente pessoal, o que é bom pra a não é pra b, mas o ubuntu tem uma leve vantagem atualmente.

  • rony

    Sempre quis testar o linux, iniciei pelo ubuntu a pouco tempo, apenas por ter uma base maior de suporte, mas com certeza futuramente testarei outras distribuições, agora dizer qual a melhor é meramente pessoal, o que é bom pra a não é pra b, mas o ubuntu tem uma leve vantagem atualmente.

  • Marden Sampaio

    A melhor é definitivamente aquela que faz o melhor reconhecimento do hardware, possui o maior numero de pacotes disponíveis, possui a maior comunidade, e oferece a melhor maneira de configurar o sistema. E Ubuntu é imbatível em qualquer questão.

    Meu voto vai para Ubuntu.

  • Marden Sampaio

    A melhor é definitivamente aquela que faz o melhor reconhecimento do hardware, possui o maior numero de pacotes disponíveis, possui a maior comunidade, e oferece a melhor maneira de configurar o sistema. E Ubuntu é imbatível em qualquer questão.

    Meu voto vai para Ubuntu.

  • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Santos/1600764093 Marcelo Santos

    Quando se fala em qual a melhor distro, você tem aí duas principais categorias: Distro para usuário final, desktop na minha opinião seria o Ubuntu. Para servidores, produção, Debian ou Redhat, dependendo do caso.

  • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Santos/1600764093 Marcelo Santos

    Quando se fala em qual a melhor distro, você tem aí duas principais categorias: Distro para usuário final, desktop na minha opinião seria o Ubuntu. Para servidores, produção, Debian ou Redhat, dependendo do caso.

  • Ô_Ô Fernando

    Geralmente o melhor sistema está ligada ao numero de usuários. Sendo assim o Ubuntu é o Linux da vez.

    Projetos brasileiros que eu gostei muito é o BigLinux e Epidemic. Merecem destaques e tambem que usuarios os testem.

    E sempre existirá a pergunta qual o melhor. Para isso não teremos uma resposta completa.

  • Ô_Ô Fernando

    Geralmente o melhor sistema está ligada ao numero de usuários. Sendo assim o Ubuntu é o Linux da vez.

    Projetos brasileiros que eu gostei muito é o BigLinux e Epidemic. Merecem destaques e tambem que usuarios os testem.

    E sempre existirá a pergunta qual o melhor. Para isso não teremos uma resposta completa.

  • Altieres Del-Sent

    a melhor distribuição linux é aquela que melhor se adapta a necessidade de quem usa, para um usuário comum que acha linha de comando um saco e só quer ver email, jogar e escrever trabalho de escola, o ubuntu com certeza absoluta é a melhor distribuição já feita. Mas não sei dizer se é a mais segura, ou a mais rápida. E também o fato de ser a mais popular não prova que é a melhor, já que o windows é o mais popular e definitivamente não é o melhor. Agora para mim que sou programador e ODEIO ter que ficar numa tela monocromática digitando comando, e adoro frameworkds, code completation, enfim, adoro ter minha vida facilitada, eu com certeza acho o ubuntu a melhor distribuição, inclusive melhor que o windows, eu consigo montar ambiente de programação com servidor, framework em 1 hora ou menos, é muito mais fácil que o windows, a app store do ubuntu também é demais.

  • Altieres Del-Sent

    a melhor distribuição linux é aquela que melhor se adapta a necessidade de quem usa, para um usuário comum que acha linha de comando um saco e só quer ver email, jogar e escrever trabalho de escola, o ubuntu com certeza absoluta é a melhor distribuição já feita. Mas não sei dizer se é a mais segura, ou a mais rápida. E também o fato de ser a mais popular não prova que é a melhor, já que o windows é o mais popular e definitivamente não é o melhor. Agora para mim que sou programador e ODEIO ter que ficar numa tela monocromática digitando comando, e adoro frameworkds, code completation, enfim, adoro ter minha vida facilitada, eu com certeza acho o ubuntu a melhor distribuição, inclusive melhor que o windows, eu consigo montar ambiente de programação com servidor, framework em 1 hora ou menos, é muito mais fácil que o windows, a app store do ubuntu também é demais.

  • Guest

    Cadê a imparcialidade???

    Seguite: A Canonical está mais preocupada em fazer sua Central de Programas Ubuntu render-lhe alguns tostôes do que fazer seu hardware e periféricos funcionarem a contento, tenho uma impressora HP LaserJet P1102w que insiste em não imprimir alegando papel retido, esse pra mim é o maior dos problemas mas tem outros probleminhas chatos como ter que editar a resolução do Grub/ Plymoulth após a instalação do driver Nvidia, isso são coisas que podem fazer com que distribuições como Mageia com seu Centro de Controle Mageia ou openSUSE com seu Yast tornem a vida Linux mais agradáveis.

    Tanto o Mageia quanto o openSUSE configuram corretamente minha impressora, e o Plymoulth permaneceram como deveriam.

    Vou de Mageia assim como muitos vem fazendo ultimamente, migrando para essa distribuição que mas cresce ultimamente como pode ser conferido aqui: http://distrowatch.com/

  • http://www.facebook.com/ivaldo.c.soares Ivaldo C. Soares

    A melhor distribuição para mim é aquela que eu domino. Ou seja a que melhor me satisfaz, por que no final Linux é Linux.

  • http://www.facebook.com/ivaldo.c.soares Ivaldo C. Soares

    A melhor distribuição para mim é aquela que eu domino. Ou seja a que melhor me satisfaz, por que no final Linux é Linux.

  • Verzola

    Bom, usava muito Ubuntu, porém nunca gostei da quantidade de porcaria que vem nele, e ultimamente tentei rodar GNOME 3 porque não gosto de Unity e aí que a coisa não vingou: vários bugs. Pensei em algo mais “puro”: instalei o Debian. Baixei a imagem de CD mínima que usa a internet para baixar os pacotes necessários. Não conseguia conectar a internet. Depois de instalar sem internet, reiniciei o computador e só tinha terminal. No final das contas, tive a oportunidade de testar o Fedora, que é o “GNOME OS”. Nunca estive tão satisfeito. Não vem lotado de porcaria. Seu gerenciador de pacote vem com os mais atualizados softwares (contrário do Ubuntu, que está cheio de versões super antigas de softwares que uso). E ele simplesmente rodava mais rápido no Pen Drive do que o Ubuntu instalado no HD.

  • Verzola

    Bom, usava muito Ubuntu, porém nunca gostei da quantidade de porcaria que vem nele, e ultimamente tentei rodar GNOME 3 porque não gosto de Unity e aí que a coisa não vingou: vários bugs. Pensei em algo mais “puro”: instalei o Debian. Baixei a imagem de CD mínima que usa a internet para baixar os pacotes necessários. Não conseguia conectar a internet. Depois de instalar sem internet, reiniciei o computador e só tinha terminal. No final das contas, tive a oportunidade de testar o Fedora, que é o “GNOME OS”. Nunca estive tão satisfeito. Não vem lotado de porcaria. Seu gerenciador de pacote vem com os mais atualizados softwares (contrário do Ubuntu, que está cheio de versões super antigas de softwares que uso). E ele simplesmente rodava mais rápido no Pen Drive do que o Ubuntu instalado no HD.

  • http://twitter.com/gleidson77 Gleidson Luis

    Pra mim hoje, a melhor é o Linux Mint. Leve e produtivo. Usa o ubuntu com base, porém, não tem bugs.

  • Spike Metzer

    To usando o Elementary e sinceramente… não tenho o que reclamar… eu estava buscando uma distro bem simples com poucos programas instalados por padrão, assim poderia instalar somente o que eu realmente iria utilizar. ainda tá na versão beta, mas não tenho o que reclamar :P

Assine!

Quer receber as novidades mais recentes do Ubuntu na sua caixa de entrada? Informe seu e-mail e clique em Assinar.

  • Assine o feed RSS
  • Siga o Ubuntu-BR-SC no Twitter
  • Curta o Ubuntu-BR-SC no Facebook
  • Ubuntu-BR-SC no Google+
  • Canal do Ubuntu-BR-SC no YouTube

Mais comentados da semana

Posts recomendados