Guia prático para Certificação LPI

Guia prático para Certificação LPI

Se você está pensando em iniciar a trilha para certificação LPI ou mesmo se já começou e está se sentindo meio perdido, este artigo é para você.

O que vou expressar aqui são comentários, experiências pessoais, sugestões, conselhos, dicas e ideias que eu usei e ainda estou usando para a minha preparação para LPI. São o resultado de um longo tempo de estudo e preparação que poderão abreviar seu caminho para o estudo, já indicando os materiais mais adequados e outros “macetes”. No entanto, nada do que eu digo aqui é “uma verdade incontestável”. Não existem receitas prontas para levá-lo à certificação. Nem nada que alguém disser poderá poupá-lo de muito estudo e prática dos assuntos aprendidos. Por isso, seja realista: se sua intenção é certificar-se, comece a estudar já! E saiba que terá de encarar o processo de preparação com seriedade e disciplina. Se não fizer isso não chegará a lugar algum.

Por que as certificações de TI são tão valorizadas?

Dizer que o mercado de TI é dinâmico, vasto e complexo já está batido. Qualquer profissional da área já sabe disso. O que realmente tira o sono destas pessoas é uma pergunta simples: como posso provar que realmente tenho conhecimento na área onde estou trabalhando ou pretendo trabalhar? Toda vez que uma empresa contrata alguém, independente do que está escrito no currículo ou da experiência que este alguém afirma ter, o empregador está assumindo um risco. Como fazer com que o recrutador sinta-se mais seguro na hora de contratar?

Certificação tem a ver com “aumentar a chance de que o profissional corresponda à expectativa técnica da empresa”. Sabemos que o sucesso na carreira depende também de muitos outros fatores pessoais como objetivos, benefícios da empresa, etc. A grande questão é que se somos capazes de provar que dominamos um assunto, diminuímos as variáveis ligadas ao insucesso.

E é justamente por isso que a esmagadora maioria de fabricantes de soluções de TI criaram as certificações. O objetivo é permitir ao profissional provar o que realmente sabe.

Certificação não é garantia de emprego, fama e retorno financeiro. É um requisito muito desejável (para não dizer obrigatório) que pode diferenciá-lo de tantos outros que estejam competindo pela mesma vaga. É um forte apoio na hora da decisão de quem vai ser contratado. Considere que você é um empresário e está diante de um grupo de técnicos com currículos e experiências muito semelhantes. Mas um deles possui certificação técnica voltada para a atividade que ele irá desenvolver. Quem você contrataria?

O que é a LPI?

O Linux Professional InstituteLPI – é uma organização sem fins lucrativos, sediada na Califórnia – USA e constituída em 1999 pela comunidade Linux, e, desde então, desenvolve de forma acessível um programa de certificação em sistemas GNU/Linux reconhecido internacionalmente por empresas, empregadores e profissionais de TI.

A certificação LPI está entre as 10 mais procuradas do mundo por profissionais da área de Tecnologia da Informação, segundo o site Certcities.com, especializado no assunto.
Certificar-se é uma forma de atestar conhecimentos profissionais, ou seja, validar a eficiência de alguém em determinado assunto.
A principal vantagem da LPI sobre outras certificações Linux é a neutralidade de distribuição, pois as provas do LPI são baseadas no Linux Standard Base, um conjunto de normas que mantém a compatibilidade entre as diferentes versões e distribuições do sistema operacional. A certificação LPI é, portanto, independente da distribuição.
O LPI é reconhecido como a primeira organização do mundo a defender e ajudar o uso profissional do Linux, Open Source e Free Software. Os exames de certificação do LPI são aplicados em milhares de lugares no mundo, em vários idiomas e com o apoio de empresários, fabricantes e instrutores.
O programa de exames do LPI é aplicado mundialmente por intermédio da Pearson VUE e da Thomson Prometric em seus centros de certificação e está também disponível na forma de exames tradicionais, aplicados em papel em condições especiais.

Por onde começar na trilha para a certificação LPI?

Antes de mais nada, decidir por obter uma certificação significa decidir por adicionar um diferencial ao seu currículo. E isso requer dedicação e responsabilidade. Sendo assim, estruturar e seguir um plano de estudos é fundamental. Dentro deste plano deve estar definido quando e onde estudar, horários, materiais que serão utilizados, etc. Mais abaixo as opções de material são detalhadas.

Considero necessário dizer neste momento que quando estamos nos preparando para um processo como este, estamos também nos aprimorando em nossa área de atuação e adquirindo um grande volume de conhecimento. O que quero dizer com isso é que obter um título de certificação é uma oportunidade de ampliar muito nosso horizonte de conhecimentos e não só de passar em uma prova. É uma grande oportunidade de aprender.

Criação do LPI-ID

Uma etapa importante da preparação para a LPI é a criação do LPI-ID. Esse número é que identificará o candidato todas as vezes que for necessário agendar uma prova ou acessar o site da LPI para verificar o status ou comprovar sua certificação. O LPI-ID pode ser criado aqui: https://cs.lpi.org/caf/Xamman/register.

Onde fazer as provas

Depois de criar o seu LPI-ID é necessário localizar um centro autorizado VUE ou Prometric na sua cidade ou arredores para fazer as provas. Você pode descobrir isso no site da VUE e Prometric.

No Brasil, a LPI também oferece oportunidades especiais de realização da prova em eventos específicos, como é o caso do Fórum Internacional do Software Livre em Porto Alegre (http://softwarelivre.org/fisl12) e outros eventos importantes ligados ao SL em outras localidades. Consulte sempre o calendário da LPI-Brasil para saber dos locais e datas.

O agendamento das provas se dá diretamente no site da VUE ou Prometric. Para fazer o pagamento é necessário possuir um cartão de crédito internacional.

Provas em papel (PBT – Paper Based Tests)

As provas em papel são parecidas com exames de vestibular e concursos. Elas são frequentemente realizadas em eventos de software livre, onde há uma grande concentração de interessados em se certificar. Além disso, as provas em papel são aplicadas em cidades onde há dificuldades de se obter um centro VUE ou Prometric para fazer a prova eletrônica (CBT).

As provas em papel aplicadas no Brasil são geradas e corrigidas pelo LPI Mundial, nos Estados Unidos, e as afiliadas, por exemplo a 4Linux, não tem qualquer tipo de contato com as provas. Os aplicadores de provas – conhecidos como Proctors – são certificados pelo LPI Mundial e podem ou não ter relação com a afiliada.

Os resultados das provas em papel demoram de 15 a 30 dias para serem enviados por e-mail aos candidatos.

Organização dos níveis

A LPI dispõe atualmente de 3 níveis de certificação, conforme abaixo. Para atingir o nível 2 é necessário possui o nível 1. O mesmo se aplica para o nível 3 que requer os 2 anteriores.

A certificação nível 1 é voltada para uso, configuração e manutenção de uma máquina local conectada à rede. Para obter o LPIC-1 é necessário realizar 2 provas (117-101 e 117-102). Cada prova custa US$ 160,00.

A certificação nível 2 é focada na manutenção e configuração de ambientes de servidor. Para obter o LPIC-2 também é preciso atingir os objetivos em 2 provas (117-201 e 117-202) de igual valor das anteriores.

A certificação de nível 3 é o topo da pirâmide, conhecida como Senior Level Linux Professional. Para obter o LPIC-3 é necessário realizar uma prova base (117-301Core, US$ 260,00). A partir da base, pode-se fazer uma ou mais provas de especialidade (LPI-302Mixed Environment, LPI-303Security, LPI 304Virtualization and High Availability), cada uma custando US$ 160,00. Em breve espera-se que seja divulgada a nova prova LPI 305Mail and Messaging Services. Também existe uma proposta de instituir a LPI-306 – Web Services, mas ainda não há nada definido para esta última.

Aplicação das provas

Para os candidatos que realizam as provas em centros autorizados VUE ou Prometric, as mesmas são realizadas no computador e o resultado é conhecido no momento da finalização do exame. As provas podem ter 60 questões para serem respondidas em 90 minutos ou (como ocorreu comigo na 117-201) 80 questões para 120 minutos. Ao responder cada questão é possível marcar para revisão no final da prova assim como é possível voltar para questões anteriores durante o andamento da prova.

As provas do nível 1 estão disponíveis em português ou inglês. Do nível 2 em diante, somente inglês está disponível.

Existem questões com uma única resposta certa, várias respostas certas, questões de completar e/ou digitar comandos. Sempre que existir mais de uma resposta certa, isso é indicado na questão.

O score mínimo necessário para ser aprovado é 500 pontos. O score das provas varia de 200 a 800 pontos. As questões tem diferentes pesos conforme o tópico a que se relacionam. Isso tudo pode ser consultado no link informado mais adiante.

Material de estudo

Se você já decidiu que vai se dedicar ao LPI-1 e trilhar este longo mas recompensador caminho da certificação, a próxima dúvida óbvia é por onde começar a estudar. É neste momento que é preciso ter em mente que não existe nenhum material que contenha absolutamente tudo que é preciso estudar para passar nas provas. Se você espera comprar um livro de 500 ou 1000 páginas que será seu único material de estudo, recomendo rever seus conceitos. É comum encontrarmos em fóruns discussões sem fim sobre este ou aquele título. Críticas muito positivas ou terrivelmente negativas sobre este ou aquele autor. Esqueça isso! O programa de estudo para a LPI pode ser consultado aqui: http://www.lpi.org/eng/certification. Existem ótimos autores que publicaram livros que representam excelentes roteiros de estudo. Alguns mais completos, outros menos. Mas nenhum deles é definitivo e sempre devem ser acompanhados de outras fontes e muita prática dos tópicos aprendidos.

Possuir um computador com Linux para testar os comandos é muito importante. A maioria de nós aprende e fixa muito mais rapidamente aquilo que executa. Também existem aqueles (como eu) que precisam escrever, fazer resumos, desenhos, etc., para gravar melhor. A escolha do método de estudo varia de pessoa para pessoa. O imprescindível é identificar o seu método e praticá-lo. O uso de ferramentas de mapas mentais pode ser muito bom no seu aprendizado.

Quando você for utilizar material disponível na Internet é preciso ter cuidado se o mesmo está atualizado de acordo com as provas. Por exemplo, as provas atuais são focadas no kernel 2.6.

O mesmo cuidado acima se aplica aos livros. Como o programa da LPI foi reformulado em 2009, é preciso observar a data de publicação dos livros para que atendam este novo programa.

Sugestões de material

Levando em consideração o que foi dito acima, segue uma breve lista de sugestões de material para estudo. Lembre-se: escolha o que lhe for mais interessante e complemente com outras fontes de material alternativo e atualizado.

Livros específicos para certificação

Outros títulos complementares e recomendados

  • Linux: o Guia Essencial – Siever, Weber, Figgins, Love & Robbins – 5º Edição
  • Linux – Guia do Administrador do Sistema – Rubem Ferreira – 2ª Edição
  • Manual Completo do Linux – Guia do Administrador – Evi Nemeth e outros – 2ª Edição

Simulados

Sites recomendados

Referências

Grande parte do material utilizado neste artigo é oriundo do site http://www.lpibrasil.com.br.

Palavras finais

Com este artigo eu desejo auxiliar àqueles que pretendem se certificar em Linux. Tenho certeza que muitos terão sugestões e inúmeras perguntas vão surgir. Fique à vontade para perguntar e sugerir. Com isso poderei tornar as informações aqui contidas mais úteis e eficazes para todos. Participe e auxilie no aprimoramento deste trabalho.

Bons estudos e boa prova!

O que achou deste guia? Deixe seus comentários!

E não esqueça: siga o blog Ubuntu-BR-SC no Twittercurta nossa página no Facebook e assine nosso feed RSS!

Assine nossa newsletter!

Quer receber as novidades mais recentes do Ubuntu na sua caixa de entrada? Informe seu e-mail e clique em Assinar.

  • Assine o feed RSS
  • Siga o Ubuntu-BR-SC no Twitter
  • Curta o Ubuntu-BR-SC no Facebook
  • Ubuntu-BR-SC no Google+
  • Canal do Ubuntu-BR-SC no YouTube


  • Analista de Projetos e sócia da Alfasys Tecnologia em Porto Alegre, RS. Atua principalmente com projetos de Linux, redes e segurança além de ministrar treinamentos e palestras nestas áreas. Possui certificação Linux LPIC-3 e Novell Certified Linux Administrator e está se graduando em Segurança da Informação.
  • Igor

    Muito Legal esse guia. Parabéns.

    • GlauberSilva

      Pra quem busca essa certificação, os links de simulados ajudam muito !! Belo guia …

      • MartaVuelma

        Oi, Glauber.
        Obrigada pelo comentário.
        Os simulados fazem toda diferença na preparação para os exames pois nos dão uma visão nítida de como será a prova. Bons estudos!
        Um abraço e sucesso.

    • MartaVuelma

      Obrigada pelo comentário Igor.
      Suas críticas e sugestões também são muito bem-vindas.
      Um abraço e sucesso!

      • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

        Ótimo post Marta!
        Bem vinda ao Ubuntu-BR-SC :)

        • MartaVuelma

          Muito obrigada pelas boas vindas Julian!
          Um abraço.

  • Igor

    Muito Legal esse guia. Parabéns.

    • MartaVuelma

      Obrigada pelo comentário Igor.
      Suas críticas e sugestões também são muito bem-vindas.
      Um abraço e sucesso!

  • GlauberSilva

    Pra quem busca essa certificação, os links de simulados ajudam muito !! Belo guia …

    • MartaVuelma

      Oi, Glauber.
      Obrigada pelo comentário.
      Os simulados fazem toda diferença na preparação para os exames pois nos dão uma visão nítida de como será a prova. Bons estudos!
      Um abraço e sucesso.

  • GlauberSilva

    Pra quem busca essa certificação, os links de simulados ajudam muito !! Belo guia …

    • MartaVuelma

      Oi, Glauber.
      Obrigada pelo comentário.
      Os simulados fazem toda diferença na preparação para os exames pois nos dão uma visão nítida de como será a prova. Bons estudos!
      Um abraço e sucesso.

  • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

    Ótimo post Marta!
    Bem vinda ao Ubuntu-BR-SC :)

    • MartaVuelma

      Muito obrigada pelas boas vindas Julian!
      Um abraço.

  • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

    Ótimo post Marta!
    Bem vinda ao Ubuntu-BR-SC :)

    • MartaVuelma

      Muito obrigada pelas boas vindas Julian!
      Um abraço.

  • http://showthecode.wordpress.com/ Guilherme Carlos

    Parabéns pelo guia, é um bom estimulo para quem quer começar a tirar a LPI. Em questão de mercado, o que mudou para você depois de conseguir a LPI 1?

    • MartaVuelma

      Guilherme, no meu caso, que tenho uma empresa de TI e trabalho com serviços de Linux, as minhas certificações e da minha equipe nos permitiram oferecer mais segurança e tranquilidade para nossos clientes bem como se tornaram um diferencial de mercado para quem ainda não nos conhecia aumentando nossa carteira de clientes. Além disso, para mim em particular, me proporcionou um maior reconhecimento na comunidade através de convites para palestras, participação em grupos, etc. Com certeza, é um investimento que vale a pena.
      Um abraço e sucesso.

    • thomio

      Eu indico esse tutorial aqui:(google it)

      Introduction to linux
      A hands on guide
      Machtelt Garrels

      O material não é voltado para o LPI mas é muito bom.

      • MartaVuelma

        Ótima dica! Vou considerar incluir nas próximas atualizações deste guia.
        Um abraço.

  • http://showthecode.wordpress.com/ Guilherme Carlos

    Parabéns pelo guia, é um bom estimulo para quem quer começar a tirar a LPI. Em questão de mercado, o que mudou para você depois de conseguir a LPI 1?

    • MartaVuelma

      Guilherme, no meu caso, que tenho uma empresa de TI e trabalho com serviços de Linux, as minhas certificações e da minha equipe nos permitiram oferecer mais segurança e tranquilidade para nossos clientes bem como se tornaram um diferencial de mercado para quem ainda não nos conhecia aumentando nossa carteira de clientes. Além disso, para mim em particular, me proporcionou um maior reconhecimento na comunidade através de convites para palestras, participação em grupos, etc. Com certeza, é um investimento que vale a pena.
      Um abraço e sucesso.

    • thomio

      Eu indico esse tutorial aqui:(google it)

      Introduction to linux
      A hands on guide
      Machtelt Garrels

      O material não é voltado para o LPI mas é muito bom.

      • MartaVuelma

        Ótima dica! Vou considerar incluir nas próximas atualizações deste guia.
        Um abraço.

  • http://www.showthecode.com.br/ Guilherme Carlos

    Parabéns pelo guia, é um bom estimulo para quem quer começar a tirar a LPI. Em questão de mercado, o que mudou para você depois de conseguir a LPI 1?

    • MartaVuelma

      Guilherme, no meu caso, que tenho uma empresa de TI e trabalho com serviços de Linux, as minhas certificações e da minha equipe nos permitiram oferecer mais segurança e tranquilidade para nossos clientes bem como se tornaram um diferencial de mercado para quem ainda não nos conhecia aumentando nossa carteira de clientes. Além disso, para mim em particular, me proporcionou um maior reconhecimento na comunidade através de convites para palestras, participação em grupos, etc. Com certeza, é um investimento que vale a pena.
      Um abraço e sucesso.

  • thomio

    Eu indico esse tutorial aqui:(google it)

    Introduction to linux
    A hands on guide
    Machtelt Garrels

    O material não é voltado para o LPI mas é muito bom.

    • MartaVuelma

      Ótima dica! Vou considerar incluir nas próximas atualizações deste guia.
      Um abraço.

  • André Franklin

    Ótimo artigo Marta, já sou certificado LPIC-1  e no futuro quero fazer as provas do nível 2, apoio total para os futuros artigos relacionados a LPI, porque afinal você vai estar falando de algo muito maior que a LPI (GNU/Linux).

  • André Franklin

    Ótimo artigo Marta, já sou certificado LPIC-1  e no futuro quero fazer as provas do nível 2, apoio total para os futuros artigos relacionados a LPI, porque afinal você vai estar falando de algo muito maior que a LPI (GNU/Linux).

    • gean hc

      este artigo realmente me surpreendeu, meus Parabens!

      • MartaVuelma

        Obrigada, Gean!
        Continue sempre visitando nosso Blog e acompanhando as novidades.
        Um abraço.

  • André Franklin

    Ótimo artigo Marta, já sou certificado LPIC-1  e no futuro quero fazer as provas do nível 2, apoio total para os futuros artigos relacionados a LPI, porque afinal você vai estar falando de algo muito maior que a LPI (GNU/Linux).

    • gean hc

      este artigo realmente me surpreendeu, meus Parabens!

      • MartaVuelma

        Obrigada, Gean!
        Continue sempre visitando nosso Blog e acompanhando as novidades.
        Um abraço.

        • Jefferson Freitas

          Muito legal o post, parabéns….. share now

          • MartaVuelma

            Obrigada, Jefferson. Muito sucesso!

          • MartaVuelma

            Obrigada pelo comentário Bruno! Um abraço.

          • Fernando

            Muito bom o artigo Marta, acompanhei o hangout e vc mandou bem!
            Vc poderia me indicar algum site para comprar dos livros do Luciano Siqueira.
            Vlw

          • MartaVuelma

            Obrigada pela audiência Fernando.
            Você pode adquirir os livros do Luciano Siqueira no site http://www.linuxnewmedia.com.br. Um abraço e muito sucesso!

  • gean hc

    este artigo realmente me surpreendeu, meus Parabens!

    • MartaVuelma

      Obrigada, Gean!
      Continue sempre visitando nosso Blog e acompanhando as novidades.
      Um abraço.

  • Bruno Fernando

    Muito bom Marta, estou planejando tirar minha certificação LPI 1 e seu artigo ajuda muito orientando como começar. Muito obrigado. Para atualizar o artigo tivemos atualizações no exame 101 http://www.lpi.org/content/exam-101-objective-changes-july-2-2012 e 102 http://www.lpi.org/content/exam-102-objective-changes-july-2-2012

    • MartaVuelma

      Obrigada pelo comentário Bruno! Um abraço.

  • Jefferson Freitas

    Muito legal o post, parabéns post de ótima qualidade….. share now

    • MartaVuelma

      Obrigada, Jefferson. Muito sucesso!

  • Fernando

    Muito bom o artigo Marta, acompanhei o hangout e vc mandou bem!
    Vc poderia me indicar algum site para comprar dos livros do Luciano Siqueira.
    Vlw

    • MartaVuelma

      Obrigada pela audiência Fernando.
      Você pode adquirir os livros do Luciano Siqueira no site http://www.linuxnewmedia.com.br. Um abraço e muito sucesso!

  • Gerson Ribeiro

    Oi Marta, tudo bem?
    Maravilhoso esse artigo, muito esclarecedor, no entanto, eu estou atualmente com uma duvida muito grande. O FreeBSD é muito usado pelas empresas como Firewall. O que acha de me especializar nele?. Como estou dando os primeiros passos no linux, posso esta falando uma grande bobagem.
    Obrigado e fico no aguardo.
    Sucesso

    • MartaVuelma

      Obrigada pelo retorno Gerson.
      Bem, quanto ao FreeBSD eu considero ser mais uma questão de posicionamento de mercado. Observe que a proposta da Certificação LPI é abranger as principais distribuições em uso (Red Hat, Suse, Slackware, Debian e seus respectivos derivados). O FreeBSD tem um mercado “cativo” nas soluções de segurança. Se você está começando agora, talvez fosse melhor investir em algo mais genérico. Mas isso vai depender muito do rumo que pretendes dar à tua carreira.
      Espero ter ajudado, um grande abraço.

  • Gerson Ribeiro

    Oi Marta, tudo bem?
    Maravilhoso esse artigo, muito esclarecedor, no entanto, eu estou atualmente com uma duvida muito grande. O FreeBSD é muito usado pelas empresas como Firewall. O que acha de me especializar nele?. Como estou dando os primeiros passos no linux, posso esta falando uma grande bobagem.
    Obrigado e fico no aguardo.
    Sucesso

    • MartaVuelma

      Obrigada pelo retorno Gerson.
      Bem, quanto ao FreeBSD eu considero ser mais uma questão de posicionamento de mercado. Observe que a proposta da Certificação LPI é abranger as principais distribuições em uso (Red Hat, Suse, Slackware, Debian e seus respectivos derivados). O FreeBSD tem um mercado “cativo” nas soluções de segurança. Se você está começando agora, talvez fosse melhor investir em algo mais genérico. Mas isso vai depender muito do rumo que pretendes dar à tua carreira.
      Espero ter ajudado, um grande abraço.

    • Marcus Ferreira

      Parabéns Marta pela sua publicação, foi de grande ajuda para meu aprendizado. Continue assim compartilhando conhecimento. Obrigado.

      • MartaVuelma

        Obrigada Marcus. Que bom que foi útil pra você.
        O objetivo é justamente compartilhar!
        Um abraço.

      • Lauro Ivan Schmitz

        Marta muito Show mesmo, os simulados então para quem quer se certificar é ótimo, parabéns very, very good!!! RECOMENDO…VALE A PENA…

  • Douglas

    Olá, Marta a Prometric não agenda mas este exame, correto (117-101), parabéns ótimas dicas…

    • MartaVuelma

      Olá, Douglas.
      Você está certo. Por motivos comerciais, as provas da LPI estão disponíveis agora somente pela VUE.
      Um abraço.

  • Douglas

    Olá, Marta a Prometric não agenda mas este exame, correto (117-101), parabéns ótimas dicas…

    • MartaVuelma

      Olá, Douglas.
      Você está certo. Por motivos comerciais, as provas da LPI estão disponíveis agora somente pela VUE.
      Um abraço.

  • Marcus Ferreira

    Parabéns Marta pela sua publicação, foi de grande ajuda para meu aprendizado. Continue assim compartilhando conhecimento. Obrigado.

    • MartaVuelma

      Obrigada Marcus. Que bom que foi útil pra você.
      O objetivo é justamente compartilhar!
      Um abraço.

    • Lauro Ivan Schmitz

      Marta muito Show mesmo, os simulados então para quem quer se certificar é ótimo, parabéns very, very good!!! RECOMENDO…VALE A PENA…

  • Gleydson

    Marta, show de bola este artigo sou iniciante no mundo linux e estou gostando muito, bom não vejo a hora de começar o treinamento linux que irei fazer mês que vem, rumo a certificação!!! obrigado pela dica…o/

    • MartaVuelma

      Gleydson, muito obrigada. Muito sucesso pra você.

  • caio

    Obrigado por mostrar o caminho das pedras Marta.

    • MartaVuelma

      Desejo muito sucesso à você, Caio! Qualquer dúvida, é só postar aqui,
      Grande abraço.

  • Roberson Oliveira

    Primeiramente parabéns pelo artigo, adicionei já está página aos meus favorites, sempre que puder vou ler. Li e vi que caminho e longo e árduo, eu sou usuário GNU/Linux alguns anos já, atualmente uso a distribuição Debian 7. Estou querendo estudar, aprender mais sobre linux vou fazer um curso pela 4linux eu consigo assimilar melhor, aprender na pratica, tendo em vista que meu tempo e curto para ler livros extensos, trabalho de dia e estudo a noite, por falar nisso estou concluindo minha graduação, estou de olho em uma especialização, só não sei qual se analista de TI, adm de Redes, ou na área de segurança, qual você indicaria, e que tenha mercado ou seja, precisando de profissionais ? outra pergunta, a Srª me recomendaria fazer este curso pra ter mais noção ? o curso qual eu quero e administrador linux, formação linux não me lembro nome correto.

    A Srª. possui a certificação LPIC-3 segundo informações so existem 100 profissionais no Br com esta certificação, confere isto.

    Olha parabéns pelo artigo novamente muito bom, tirei um tempo para ler e adicionar ao favoritos pois abaixo tem sites para simulados e livros.

    Att Roberson

    • MartaVuelma

      Olá, Roberson.
      Obrigada pelo elogio.
      Vou tentar responder tuas questões. Vamos lá:
      - Quanto à especialização, sempre recomendo que o profissional escolha uma área em que já tenha algum conhecimento pois a curva de aprendizado é menor e consequentente, o retorno é mais rápido. Até porque carência existe em quase todas as áreas.
      - Acho que optar por fazer um treinamento sempre é bom, principalmente para quem não tem muito tempo pois nos dá uma linha de estudo à seguir. Porém, é importante ter em mente também que o curso não dará todo o conhecimento, apenas uma linha de estudo.
      - Atualmente o número de profissionais com LPIC-3 ainda é pequeno no Brasil mas já passa de 100 com certeza.
      Espero que você tenha muito sucesso em sua carreira. Se tiver mais dúvidas, é só perguntar.
      Um abração.

      • Roberson Oliveira

        Muito obrigado por responder.

        Bom quanto a especialização estou vendo em que faço, irá ser uma dessas que citei acima.
        Eu trabalho atualmente com parte técnica cuido de uma rede de uma prefeitura, não sei muita coisa, mais vou aprendendo e é por isso que quero fazer treinamento, devo começar logo. Em casa estou montando servidor Linux para praticar aprender e tudo mais, montando num gabinete em desuso quase aposentado, creio que em modo texto roda perfeitamente meu server para estudos e é isso por ai vai, muita coisa aprender ainda. Eu espero que consiga realizar meus objetivos e que eu tenha sucesso, por que até o momento está difícil.

        Quanto as especializações, não sei se Redes e Analista de TI fazem a mesma coisa, estive pensando também na área de segurança que logicamente envolve redes.

        Mias muito obrigado por responder, abraços sucesso pra ti.

  • Jean Paixao de Souza

    Parabéns pelo post, migrei recente para linux depois de algumas pesquisa na net e confesso que não tenho nenhuma saudade do windows. Aqui na minha cidade estou montano um projeto para da aula de informatica para a sociedade carente, onde usarei o Ubuntu como OS para ensina-los, estou precisando de ajuda para montar uma postila para ministrar o curso se possível alguem me ajude.

  • Carlos Menezes

    Olá Marta, estou iniciando a preparação para o LPIC-1 por conta própria e estava meio enrolado, por onde começar e etc Obrigado por nos dar um norte, nessa tão dificil e árdua área de T.I. um forte abraço

  • Tiago Torres Teixeira

    Muito bom, será de grande ajuda o material aqui publicado. Muito Obrigado Marta.

  • Igor

    Muito Legal esse guia. Parabéns.

  • MartaVuelma

    Obrigada pelo comentário Igor.
    Suas críticas e sugestões também são muito bem-vindas.
    Um abraço e sucesso!