Grooveshark: suas músicas em qualquer lugar

Grooveshark: suas músicas em qualquer lugar

Atualmente, no que diz respeito aos serviços de streaming de música, estamos muito bem servidos. Há o Google Music, o Spotify, o Oi Rdio, citando apenas alguns dos mais conhecidos. Porém, destes, apenas o último está disponível (legalmente, sem a necessidade de gambiarras) no Brasil. Com o intuito de aumentar o leque de opções dos usuários, apresento-lhes o Grooveshark.

O Grooveshark não se propõem a ser apenas um serviço de streaming de músicas, mas sim uma comunidade de amantes de música, que pretende unir fãs, gravadoras e artistas independentes, agradando ambos com músicas gratuitas e remuneração por suas canções.

Mas a parte mais interessante é o alcance do serviço, que se expande para diversas plataformas, desde sistemas desktop, através de um programa feito em Adobe Air, uma versão web, apps para diversos sistemas de smartphones (até para WebOS!) e uma versão em HTML5, para os smartphones com sistemas sem aplicativo próprio.

Vale notar que, devido ao método de negócios do Grooveshark, o acervo é montado pelos usuários (que enviam músicas para o serviço), por gravadoras e artistas independentes ou por contratos com grandes gravadoras. Apesar disso, há uma quantidade razoavelmente boa de músicas nacionais e de bandas internacionais famosas, com ambas crescendo em ritmo constante.

Experimentando o serviço

A versão web, a qual possui a parte principal do serviço (o streaming de músicas e o sistema de rádio) são totalmente gratuitos, porém, são mantidos por anúncios (posicionado com uma barra na direita da tela). Ainda é possível realizar um cadastro (também gratuito) para que seja possível gravar suas músicas em listas de reprodução, assim, não sendo necessário efetuar esta etapa sempre que acessar o site.

Ao acessar o site, temos esta tela:

Tela principal do Grooveshark

Tela principal ao acessar o Grooveshark (clique na imagem para ampliar)

Tudo é bastante intuitivo, principalmente pelo site estar praticamente inteiro traduzido para o português (a tradução, vale ressaltar, é feita pela comunidade de usuários aqui). Basta digitar o nome de alguma música ou de um cantor/banda para receber diversos resultados, os quais incluem, inclusive, artistas semelhantes, algo parecido com as indicações do Last.fm.

Algo que também chama a atenção, especialmente para as pessoas que gostam de descobrir novas músicas e artistas, é o sistema de rádio, que pode ser ativado por gênero (que se localizam no menu “Minhas músicas”, no item “Estações”) ou iniciar uma rádio aleatória, baseada em uma música que você adicione a lista de reprodução atual (assim, o Grooveshark tentará encontrar músicas semelhantes de indicada).

Usuários premium

Como uma segunda maneira de se manter e ao mesmo tempo fornecer algumas vantagens aos usuários, o Grooveshark possui duas opções de assinatura, o Grooveshark Plus e o Grooveshark Anywhere, custando respectivamente US$ 6,00 e US$ 9,00.

Com o plano Plus, o usuário tem acesso aos seguintes benefícios:

  • Livre de anúncios;
  • Recursos adicionais e temas diversos;
  • Acesso ao software para desktop;
  • Acesso as prévias das atualizações e novos recursos;
  • Biblioteca e lista de favoritos ilimitados;
  • Scrobbling ao Last.fm;
  • Integração com o Clementine Player (reprodutor multi-plataforma baseado no Amarok 1.4).

Já os assinantes do plano Anywhere, além dos benefícios citados acima, possuem acesso aos apps para smartphones, para ouvirem suas músicas em qualquer lugar, mesmo sem uma conexão à internet, através do recurso Offline Musics.

Cliente desktop do Grooveshark

Grooveshark Desktop reproduzindo uma lista de reprodução (clique na imagem para ampliar)

O cliente desktop, apesar de visualmente ser apenas o site com pequenas adaptações, permite ao usuário uma experiência mais próxima de um reprodutor de músicas “comum”, habilitando a utilização de teclas multimídias e teclas de atalho globais, as quais não necessitam que a janela esteja em foco para funcionarem. Também é possível criar plugins para que mensageiros instantâneos possam exibir a música que você está ouvindo sem muito esforço.

Grooveshark e Ubuntu: Conheça o Nuvola Player

O Grooveshark, talvez devido ao seu método de negócios, conseguiu reunir uma grande comunidade de desenvolvedores, de maneira que diversos players opensource possuem plugins ou funções nativas para conectarem-se a ele.

Estas alternativas são úteis para usuários que, por quaisquer motivos, não se interessaram pelas assinaturas ou para usuários que possuem problemas com o Adobe Air, que teve sua versão para Linux descontinuada.

Tendo em mente uma experiência agradável para os usuários que optarem em testar o serviço com esta alternativa, vamos falar um pouco sobre o Nuvola Player.

O Nuvola Player, anteriormente chamado de Google Music Frame, é um reprodutor que se baseia em serviços nas nuvens, e lhes fornece características de softwares nativos, similar ao que o Grooveshark Desktop se propõem.

Como vantagens, o Nuvola apresenta integração com o Unity e com o applet de som, exibindo, quando sendo executado, botões de controle idênticos aos do Banshee, e a possibilidade de utilizar scripts para alterar a aparência da página do reprodutor. Como “desvantagem”, ele não possui, ao menos até o momento, uma forma simplificada para o desenvolvimento de plugins do tipo “o que estou ouvindo”.

Instalando o Nuvola Player no Ubuntu

Para fazer a instalação do Nuvola Player no Ubuntu, basta rodar o comando abaixo no terminal. Ele irá adicionar o repositório estável dos desenvolvedores em sua lista de Canais de Software, atualizá-la e por fim realizar a instalação:

sudo add-apt-repository ppa:nuvola-player-builders/stable && sudo apt-get update && sudo apt-get install nuvolaplayer -y

Para abrir o Nuvola basta pressionar a tecla <Super> (aquela com o logo do Windows/Ubuntu) e digitar o nome, ou ainda clicar no menu de volume e selecionar o Nuvola Player, e irá visualizar esta tela:

Seleção de serviços suportados pelo Nuvola Player

Tela para escolha do serviço Grooveshark (clique na imagem para ampliar)

Selecione o Grooveshark e terá acesso a versão web com as vantagens citadas, de forma que a navegação não deverá ser um problema.

Considerações finais

Obviamente o Grooveshark é um serviço que tem muito a evoluir, mas com seu extremo esforço em estar literalmente em qualquer plataforma, unido a um modelo de negócios totalmente diferente dos já praticados podem tornar o serviço não apenas atrativo para artistas independentes e pequenas gravadoras, mas principalmente também para os fãs de música, e, sem dúvidas é um serviço que deve ser testado para ter um feedback adequado para melhorias.

Sorteio Premium Grooveshark

Com o objetivo de agradecer a vocês, leitores do Ubuntu-BR-SC, que literalmente fazem com que o portal exista, conseguimos com a equipe do Grooveshark uma assinatura do plano Anywhere, para que o(a) sortudo(a) possa desfrutar de todos os recursos disponíveis, em especial os apps para smartphones, durante 1 mês.

Para participar é muito simples, basta seguir o passo a passo abaixo:

  1. Siga o blog Ubuntu-BR-SC no Twitter (@ubuntubrsc);
  2. Siga o Grooveshark no Twitter (@Grooveshark);
  3. Curta o blog Ubuntu-BR-SC no Facebook;
  4. Dê um plus na página do Google Plus da Ubuntu-BR-SC;
  5. Tuite a seguinte frase:
    Eu sigo o @ubuntubrsc e quero ganhar premium de 1 mês do @Grooveshark http://kingo.to/Yn0 #grooveshark #promo #ubuntubrsc #sorteio

Vocês tem até dia 31/01/2012 para participar! Não percam essa chance! O resultado da promoção já saiu! Você pode encontra-lo no post Resultado dos sorteios do primeiro mês de vida do blog!

Gostou do Grooveshark? Qual sua opinião sobre ele? Deixe seu comentário abaixo :)

E não esqueça de participar do nosso sorteio de natal atrasado também! Temos itens oficiais Ubuntu lá, além de camisetas Vida de ProgramadorVida de Suporte e Red Bug! E claro, siga o blog Ubuntu-BR-SC no Twittercurta nossa página no Facebook abaixo e assine nosso Feed RSS.

Assine nossa newsletter!

Quer receber as novidades mais recentes do Ubuntu na sua caixa de entrada? Informe seu e-mail e clique em Assinar.

  • Assine o feed RSS
  • Siga o Ubuntu-BR-SC no Twitter
  • Curta o Ubuntu-BR-SC no Facebook
  • Ubuntu-BR-SC no Google+
  • Canal do Ubuntu-BR-SC no YouTube