Games on Linux

Games on Linux #02: review do game Deep Black – Reloaded

A algumas semanas demos início a Games on Linux, coluna com o objetivo de tirar da cabeça dos usuários que não existem bons jogos para o Linux. Então como segundo post da coluna, nada melhor do que trazer um game que esteja a altura da expectativa de vocês, não?

Deep Black: Reloaded é um FPS com foco em combate aquático feito pelo estúdio indie Biart, da Rússia. Desenvolvido usando a biEngine, o estúdio promete trazer uma nova experiência para os viciados do gênero first person shooter. Mas será que eles conseguiram?

Review do game Deep Black: Reloaded

Games on Linux #02: Review do game Deep Black - Reloaded

A história

Os eventos do jogo ocorrem em 2047, um futuro não tão distante do nosso. Syrus Pierce, nosso protagonista, é um ex-mercenário do grupo CHARON, uma organização militar com foco no combate aquático com muita experiência na área.

O jogo traz algo que cada vez mais vem sendo introduzido nos games atuais: questões ambientais que estão presentes na vida real. O petróleo acabou e com isso os governos entraram em colapso. Lutas por fontes de energia, alianças intercontinentais, super sistemas de inteligência artificial, terrorismo e bioterrorismo, são apenas algumas coisas do que podemos encontrar em Deep Black: Reloaded.

Review do game Deep Black: Reloaded

Petróleo em falta e governos em crise, mas as armas estão mais letais do que nunca

É neste cenário caótico que assumimos o papel do nosso protagonista. A missão inicial parece simples: infiltrar uma base de uma organização terrorista e resgatar os reféns. Mas é claro que nada é assim tão fácil. Ao longo da missão descobrimos que não existem reféns e que uma organização militar está fabricando uma arma secreta no complexo onde nos encontramos. Nesse momento a missão muda de “Salve os reféns!” para “Salve o mundo!” e a coisa fica mais complicada.

A história do jogo vai se desenvolvendo ao longo das suas 40 missões, o que nos da algo em torno de 8 horas de gameplay. Ela é bem explicada se você prestar atenção, mas a dublagem parece robótica e artificial, o que é um ponto bastante negativo para o jogo.

No geral a história não chega a ser um clichê, mas não traz nada de muito novo também.

Jogabilidade

A jogabilidade de Deep Black: Reloaded tem seus altos e baixos. Aqui o game puxa mais para o lado de games como Halo e Gears of War, onde a ação do mouse parece não ser tão boa quanto em games mais rápidos, como os da série Battlefield, Call of Duty ou Medal of Honor.

A mira do jogo parece ser imprecisa. As vezes você terá dificuldades para mirar e atingir seus inimigos, enquanto outras vezes ela terá um foco automático, algo que provavelmente pode ser configurado nas opções do jogo, mas que com certeza é uma escolha estranha para ser o padrão do jogo.

Review do game Deep Black: Reloaded

Efeitos de luz são bem bacanas em Deep Black: Reloaded

Outra coisa estranha com a jogabilidade é a movimentação do personagem: apenas a parte de baixo e os braços se movem, deixando a movimentação um tanto estranha, como se o personagem fosse algum participante de uma escola de samba. Não que isso atrapalhe, mas me fez dar boas risadas.

O ponto forte do jogo é, com certeza, as batalhas aquáticas. Aqui temos uma pequena inspiração vinda de Splinter Cell ou Metal Gear Solid na minha opinião, pois usando seu arpão enquanto estiver dentro da água, pode-se pegar um inimigo, afogá-lo e matá-lo sem ser visto, no melhor estilo stealth.

Review do game Deep Black: Reloaded

O elemento furtivo da as caras em Deep Black: Reloaded, muito parecido com o da série Splinter Cell

Outra coisa legal do combate embaixo da água é que podemos fazer coisas como pegar cobertura ou matar inimigos com “golpes especiais”. Certos inimigos, como os droids no começo do jogo, podem ser mortos com uma animação muito bacana apertando a tecla <F> repetidas vezes.

Ainda usando o arpão, temos um sistema de hack usado para abrir portões, ligar máquinas, apertar botões ou transformar droids em amigos. O hack consiste em, como o nome sugere, hackear o sistema da máquina em questão. O sistema é legal e tudo mais, mas enquanto seu personagem está fazendo o serviço, ele parece um bobo na água.

Review do game Deep Black: Reloaded

Abra portas com hacks e de quebra, pareça um pateta

Os combates terrestres também não deixam a desejar, com hordas de inimigos pipocando na tela volta e meia. A inteligência artificial foi muito bem feita também. Os inimigos tomam cobertura e vão se aproximando de você aos poucos, até chegar perto. Eles também mudam o local onde se encontram quando notam que você os está acertando, o que torna as coisas um pouco mais difíceis. Adicione isso ao fato de que seu HP acaba num piscar de olhos e temos um jogo bastante desafiador em mãos.

Já na questão dos controles, o game peca por não oferecer customização. Estamos em 2012 e é incrível como muitos estúdios indie simplesmente esquecem que customizar as teclas usadas no jogo é algo básico. Não que eu queira customizar, mas sei que muita gente gosta disso.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=U7U7pPA_X8I[/youtube]

O game também não oferece um botão para correr, mas traz um sistema bem interessante: a medida que você vai caminhando, a velocidade aumenta gradativamente. Bastante interessante quando estamos procurando cobertura, e se não me engano, um sistema presente em Gears of War também. Algo que achei muito engraçado: aperte barra de espaço em terra e surpreenda-se com a divertida movimentação do seu personagem.

Review do game Deep Black: Reloaded

Inimigos mais fáceis do jogo: alguns tiros na cabeça e é hasta lá vista baby

Algo que não gostei em Deep Black: Reloaded é como somos limitados no jogo. O jogo é linear, então você não pode explorar caminhos novos ou cantinhos do cenário. O sistema que mostra aonde você deve ir, marcando a distância do seu objetivo, tira um pouco da graça da coisa também. Sou do tempo do NES/SNES, onde os jogos eram difíceis de se completar (Contra 3, alguém?), então ficar mostrando aonde eu tenho que ir faz o jogo perder um pouco a graça, sim. Claro que a quantidade de inimigos e o nível de dificuldade ajudam a melhorar esse aspecto, mas seria muito legal sem.

No fim, tirando pequenos bugs com o sistema de cobertura, a jogabilidade é aceitável. Poderia ser muito melhor com algumas correções, mas creio que podemos esperar essas correções em futuros patches: se tem uma coisa que os estúdios indie fazem bem, é ouvir seus consumidores.

Gráficos e Trilha Sonora

Os gráficos de Deep Black: Reloaded são lindos, mesmo em placas gráficas menos poderosas. Não temos uma riqueza de detalhes digna de um Batlefield 3, mas com certeza entraria no top 5 dos melhores gráficos que vi disponível para jogos Linux.

Review do game Deep Black: Reloaded

Repare nos detalhes do personagem e ambiente

Os efeitos especiais são bem interessantes, assim com os efeitos de luz. Mas os efeitos de luz tem seus altos e baixos também: enquanto eles são lindos em ambientes abertos, em complexos fechados eles não conseguem a mesma qualidade. Por vezes você pensará que está em um ambiente aberto quando, na verdade, está dentro de algum lugar fechado.

O ponto forte dos gráficos com certeza fica por conta da água: ela é simplesmente linda, chegando a parecer real. Para quem tem uma placa de vídeo da NVidia com a tecnologia 3D Vision então, a qualidade deve ser ainda maior. O nível de detalhes embaixo da água é assustador para um game independente, e a Biart está de parabéns.

Mas ao mesmo tempo em que os detalhes embaixo da água foram bem elaborados, algumas coisas lhe fazem pensar por diabos foram pensadas daquele jeito: atire para o alto enquanto estiver embaixo da água e saberá sobre o que me refiro.

Review do game Deep Black: Reloaded

Sim, você pode batalhar contra robôs gigantes em Deep Black: Reloaded

Review do game Deep Black: Reloaded

Reparem que a armadura do personagem mostra-se molhada ao sair da água

A trilha sonora não é nada que me faça vomitar um arco-íris, mas é aceitável. Os efeitos sonoros são realísticos e bem interessantes, mas destaco o som de afogamento dos inimigos quando usamos o arpão para matá-los dentro da água. As músicas são executadas nos momentos certos e não chegam a ser enjoativas, mas não animam muito também.

Quando entramos em combate, uma música começa a tocar para dar um clima a batalha, e ela faz isso muito bem. Infelizmente ela se estende por um certo tempo após a batalha acabou, o que me deixou um pouco irritado.

Multiplayer

Os amantes das partidas online ficarão felizes em saber que o game possui modo multiplayer, apesar de eu não ter certeza se esse modo estará disponível na versão Linux.

Atualmente ele está disponível na versão Windows via Steam, e no XBox 360 e PS3. Como a minha versão era uma versão retail que consegui com um amigo, não pude testar o multiplayer, então não tenho opinião sobre o mesmo.

O que posso dizer é que, além do multiplayer online, ele também traz opções para multiplayer em LAN. Como moro sozinho, novamente, não pude testar esse recurso.

Conclusão e versão Linux

Pontos positivos: gráficos ótimos, jogabilidade interessante, boa inteligência artificial, dificuldade elevada;

Pontos negativos: bugs no sistema de cobertura, falta de customização nas opções, combate um tanto repetitivo, história sem inovação.

Nota final: 8

Deep Black: Reloaded é um ótimo jogo para você que está procurando um bom FPS para jogar na sua distribuição Linux favorita. Não chega a ser um sucesso de vendas ou oferecer o nível de jogos mais famosos, mas oferece o que um jogo realmente precisa oferecer: diversão.

Review do game Deep Black: Reloaded

Momento: DAFUQ is that?

Apesar das falhas na jogabilidade e alguns pequenos erros gráficos, o jogo com certeza vale a compra. Você o encontra no Desura por R$ 27,89, mas recomendo a todos que esperem a versão Linux sair, visto que talvez conseguimos algum tipo de desconto.

A versão usada para este review foi a do Windows, mas não se assuste, não estamos mudando de lado. A Biart já anunciou que está trabalhando no port da engine do jogo e o mesmo terá uma versão Linux disponível no Desura em julho.

O que achou do review leitor? Gostou do jogo? Qual sua opinião sobre o Linux como plataforma de jogos? Deixem seus comentários, queremos saber a opinião de vocês!

Assine nossa newsletter!

Quer receber as novidades mais recentes do Ubuntu na sua caixa de entrada? Informe seu e-mail e clique em Assinar.

  • Assine o feed RSS
  • Siga o Ubuntu-BR-SC no Twitter
  • Curta o Ubuntu-BR-SC no Facebook
  • Ubuntu-BR-SC no Google+
  • Canal do Ubuntu-BR-SC no YouTube


  • Eduardo Hernacki

    “Outra coisa estranha com a jogabilidade é a movimentação do personagem: apenas a parte de baixo e os braços se movem, deixando a movimentação um tanto estranha, como se o personagem fosse algum participante de uma escola de samba. Não que isso atrapalhe, mas me fez dar boas risadas”
    Ri um bocado aqui com esse comentário hehe

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @google-0219ce3d8cbdd1fca0e195958bcd02e6:disqus, assim que eu atualizar o post com o vídeo do gameplay, você verá que estou falando a verdade =P

  • Eduardo Hernacki

    “Outra coisa estranha com a jogabilidade é a movimentação do personagem: apenas a parte de baixo e os braços se movem, deixando a movimentação um tanto estranha, como se o personagem fosse algum participante de uma escola de samba. Não que isso atrapalhe, mas me fez dar boas risadas”
    Ri um bocado aqui com esse comentário hehe

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @google-0219ce3d8cbdd1fca0e195958bcd02e6:disqus, assim que eu atualizar o post com o vídeo do gameplay, você verá que estou falando a verdade =P

  • Eduardo Hernacki

    “Outra coisa estranha com a jogabilidade é a movimentação do personagem: apenas a parte de baixo e os braços se movem, deixando a movimentação um tanto estranha, como se o personagem fosse algum participante de uma escola de samba. Não que isso atrapalhe, mas me fez dar boas risadas”
    Ri um bocado aqui com esse comentário hehe

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @google-0219ce3d8cbdd1fca0e195958bcd02e6:disqus, assim que eu atualizar o post com o vídeo do gameplay, você verá que estou falando a verdade =P

  • Anderson Dos Santos

    Opa e ai amizades :3

    Gostei do Review, não conhecia esse game. Falta uma lista dos requerimentos minimos.

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      Olá @facebook-100001105823750:disqus,
      Fico feliz que tenha gostado :)

      Quanto aos requisitos mínimos, como a versão Linux ainda não saiu, não tenho como colocar hehe

      • Anderson Dos Santos

         AHSUAHUS eu ja ia seco comprar quando chega-se em casa :3

        • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

          @facebook-100001105823750:disqus, como falei no post, “A Biart já anunciou que está trabalhando no port da engine do jogo e o mesmo terá uma versão Linux disponível no Desura em julho”.

          Pelo e-mail que me enviaram quando entrei em contato, estão fazendo esse port porque são usuários Linux hehe

  • http://www.facebook.com/people/Anderson-Dos-Santos/100001105823750 Anderson Dos Santos

    Opa e ai amizades :3

    Gostei do Review, não conhecia esse game. Falta uma lista dos requerimentos minimos.

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      Olá @facebook-100001105823750:disqus,
      Fico feliz que tenha gostado :)

      Quanto aos requisitos mínimos, como a versão Linux ainda não saiu, não tenho como colocar hehe

      • http://www.facebook.com/people/Anderson-Dos-Santos/100001105823750 Anderson Dos Santos

         AHSUAHUS eu ja ia seco comprar quando chega-se em casa :3

        • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

          @facebook-100001105823750:disqus, como falei no post, “A Biart já anunciou que está trabalhando no port da engine do jogo e o mesmo terá uma versão Linux disponível no Desura em julho”.

          Pelo e-mail que me enviaram quando entrei em contato, estão fazendo esse port porque são usuários Linux hehe

  • http://www.facebook.com/people/Anderson-Dos-Santos/100001105823750 Anderson Dos Santos

    Opa e ai amizades :3

    Gostei do Review, não conhecia esse game. Falta uma lista dos requerimentos minimos.

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      Olá @facebook-100001105823750:disqus,
      Fico feliz que tenha gostado :)

      Quanto aos requisitos mínimos, como a versão Linux ainda não saiu, não tenho como colocar hehe

      • http://www.facebook.com/people/Anderson-Dos-Santos/100001105823750 Anderson Dos Santos

         AHSUAHUS eu ja ia seco comprar quando chega-se em casa :3

        • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

          @facebook-100001105823750:disqus, como falei no post, “A Biart já anunciou que está trabalhando no port da engine do jogo e o mesmo terá uma versão Linux disponível no Desura em julho”.

          Pelo e-mail que me enviaram quando entrei em contato, estão fazendo esse port porque são usuários Linux hehe

  • brunocabral

    Eu tenho uma comunidade sobre esse assunto no Orkut,
    inclusive realizei um sorteio de jogos da Humble Bundle.
    O pessoal ta doido para que o ganhador tenha mesmo ido pro
     facebook pra ter um novo sorteio

  • Bruno Cabral Peixoto

    Eu tenho uma comunidade sobre esse assunto no Orkut,
    inclusive realizei um sorteio de jogos da Humble Bundle.
    O pessoal ta doido para que o ganhador tenha mesmo ido pro
     facebook pra ter um novo sorteio

  • Bruno Cabral Peixoto

    Eu tenho uma comunidade sobre esse assunto no Orkut,
    inclusive realizei um sorteio de jogos da Humble Bundle.
    O pessoal ta doido para que o ganhador tenha mesmo ido pro
     facebook pra ter um novo sorteio

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001247584274 Thiago Silva

    Faltou só o trailer do jogo, mas eu resolverei isso pra você ;D

    http://www.youtube.com/watch?v=yUFNfp8T0yw

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @facebook-100001247584274:disqus, na verdade gravei um vídeo com 20 minutos de gameplay, só esperando o YouTube libera-lo =P

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001247584274 Thiago Silva

    Faltou só o trailer do jogo, mas eu resolverei isso pra você ;D

    http://www.youtube.com/watch?v=yUFNfp8T0yw

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @facebook-100001247584274:disqus, na verdade gravei um vídeo com 20 minutos de gameplay, só esperando o YouTube libera-lo =P

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001247584274 Thiago Silva

    Faltou só o trailer do jogo, mas eu resolverei isso pra você ;D

    http://www.youtube.com/watch?v=yUFNfp8T0yw

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @facebook-100001247584274:disqus, na verdade gravei um vídeo com 20 minutos de gameplay, só esperando o YouTube libera-lo =P

  • Celio Alves

     Ótimo review.
    Embora seja apenas mais um fps entre os milhares existentes para a plataforma PC, este jogo é um tapa na cara daqueles que acham que só é possível desenvolver jogos com belos gráficos para directX e windows.

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      Olá @facebook-100002726064545:disqus,
      É mais um FPS para PC, mas um dos únicos FPSs com campanha single player para Linux :)

  • http://www.facebook.com/people/Celio-Alves/100002726064545 Celio Alves

     Ótimo review.
    Embora seja apenas mais um fps entre os milhares existentes para a plataforma PC, este jogo é um tapa na cara daqueles que acham que só é possível desenvolver jogos com belos gráficos para directX e windows.

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      Olá @facebook-100002726064545:disqus,
      É mais um FPS para PC, mas um dos únicos FPSs com campanha single player para Linux :)

  • http://www.facebook.com/people/Celio-Alves/100002726064545 Celio Alves

     Ótimo review.
    Embora seja apenas mais um fps entre os milhares existentes para a plataforma PC, este jogo é um tapa na cara daqueles que acham que só é possível desenvolver jogos com belos gráficos para directX e windows.

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      Olá @facebook-100002726064545:disqus,
      É mais um FPS para PC, mas um dos únicos FPSs com campanha single player para Linux :)

  • igoromero

    muito massa

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @facebook-100002496333204:disqus (:

  • http://www.facebook.com/igo.romero1 Igo Romero

    muito massa

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @facebook-100002496333204:disqus (:

  • http://www.facebook.com/jordan.queiroz Jordan Queiroz

    É muito bom saber que tem jogos desse tipo para linux =) É bem animador

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @facebook-100002006448557:disqus O Linux possui MUITO mais jogos do que as pessoas acreditam, basta procurar (:

  • http://www.facebook.com/jordan.queiroz Jordan Queiroz

    É muito bom saber que tem jogos desse tipo para linux =) É bem animador

    • http://www.ubuntubrsc.com/ Julian Fernandes

      @facebook-100002006448557:disqus O Linux possui MUITO mais jogos do que as pessoas acreditam, basta procurar (:

  • José Lopes

    Só achei o jogo meio repetitivo especialmente com o sistema de combate que você se esconde nos objetos nos tiroteios. Mas achei os gráficos muito bonitos pra um jogo tão leve

  • http://www.facebook.com/JoseLopes91 José Lopes

    Só achei o jogo meio repetitivo especialmente com o sistema de combate que você se esconde nos objetos nos tiroteios. Mas achei os gráficos muito bonitos pra um jogo tão leve